BLOG DE NOTÍCIAS DO MOVIMENTO ESPÍRITA.....ARAÇATUBA- SP

Atenção

"AS AFIRMAÇÕES, INFORMAÇÕES E PARECERES PUBLICADOS NESTE BLOG SÃO DE RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DE QUEM OS ELABOROU, ASSINA E OS REMETEU PARA PUBLICAÇÃO. FICA A CRITÉRIO DO RESPONSAVEL PELO BLOG A PUBLICAÇÃO OU NÃO DAS MATÉRIAS, COMENTÁRIOS OU INFORMAÇÕES ENCAMINHADOS."

terça-feira, 22 de outubro de 2019

NOTICIAS DO MOVIMENTO ESPIRITA. 23-10-2019.

CLICAR AQUI:
http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/OUTUBRO/23-10-2019.htm

Jean Reynaud (1806- 1863) por  Mne J, Reynaud (1863).
Livro “Terra e céu”. Jean Reynaud. Imagem/internet.
Página do jornal Le Siècle de 30-06-1863 noticiando a morte de  Jean Reynaud. Veja em Nécrologie na 3ª. Coluna.
Página do jornal Le Siècle de 16-07-1863 onde Henri Martin fala da vida e obra de Jean Reynaud na 4ª. coluna.
Túmulo de Jean-Ernest Reynaud (1806-1863) no Cemitério Père Lachaise. Paris, França.
Charles Fourier. Estampa Couturier, Philibert Léon (1823-1901). Lithographe


François Marie Charles Fourier (Besançon7 de Abril de 1772 – Paris10 de Outubro de 1837) foi um socialista francês da primeira parte do século XIX, um dos pais do cooperativismo. Foi também um crítico ferino do economicismo e do capitalismo de sua época, e adversário da industrialização, da civilização urbana, do liberalismo e da família baseada no matrimônio e na monogamia.
O caráter jovial com que Fourier realizou algumas de suas críticas fez dele um dos grandes satíricos de todos os tempos. Propôs a criação de unidades de produção e consumo - as falanges ou falanstérios - baseadas em uma forma de cooperativismo integral e auto-suficiente, assim como na livre perseguição do que chamava paixões individuais e seu desenvolvimento, o que constituiria um estado que chamava harmonia. Neste sentido antecipa a linhagem do socialismo libertário dentro do movimento socialista, mas também em linhas críticas da moral burguesa e cristã, restritiva do desejo e do prazer - neste sentido, sendo também em um dos precursores da psicanálise.[1] Em 1808 Fourier já argumentava abertamente em favor da igualdade de gênero entre homens e mulheres, apesar da palavra feminismo só ter surgido em 1837.[2]
Entusiastas de suas ideias estabeleceram comunidades intencionais nas três Américas. O Falanstério do Saí em Santa Catarina e a Colônia Cecília no Paraná foram experiências práticas inspiradas por Fourier no Brasil, assim como La Réunion no Texas e a Falange Norte-americana em Nova Jersey, nos Estados Unidos.

Monumento a Swedenborg em sua cidade natal, Estocolomo, Suécia.
Quadro de Allan Kardec de grandes dimensões na Librairie et Editions LeymarieParis, França.
Camélia japonica ' Mathotiana Alba' . Real Jardín Botánico, Madri, Espanha.
Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Camellia_%27Mathotiana_Alba%27.jpg
A Dama das Camélias.
Cartaz de Alphonse Mucha para uma performance da versão teatral, com Sarah Bernhardt (1896)
Vista da praia de Ipanema tendo ao fundo o Morro Dois Irmãos em cujo sopé se localizava o quilombo do Leblon.
Foto Ismael Gobbo


Quilombo do Leblon
 Quilombo do Leblon foi um quilombo que existiu no final do século XIX na região do atual Clube Campestre da Guanabara e imediações (da atual rua Timóteo da Costa até o morro Dois Irmãos), no bairro do Leblon, na cidade do Rio de Janeiro.[1]
Leia mais:
Princesa Isabel.
Busto do grande jurista brasileiro Ruy Barbosa. Biblioteca Nacional do Brasil.  Rio de Janeiro, Brasil.

 Ruy Barbosa de Oliveira(nota)[1][2][3] GCSE (Salvador5 de novembro de 1849 — Petrópolis1 de março de 1923) foi um polímatabrasileiro, tendo se destacado principalmente como juristaadvogadopolíticodiplomataescritorfilólogojornalistatradutor e orador. Um dos intelectuais mais brilhantes do seu tempo, foi um dos organizadores da República e coautor da constituição da Primeira República juntamente com Prudente de Moraes. Ruy Barbosa atuou na defesa do federalismo, do abolicionismo e na promoção dos direitos e garantias individuais.

Elsa Rossi

Trata-se de artigo de autoria de Elsa Rossi, presidente da União Britânica das Sociedades Espíritas (BUSS), intitulado "Brazilian Medium Chico Xavier - The Beautiful Journey"
Desencarnação de Ildefonso do Espírito Santo

Magnetismo. Estampa de  Sergent,  gravado por Toyug.
Passe magnético espírita após a palestra pública,  no Solar Eunice Weaver. Birigui, SP. Foto Ismael Gobbo.
Estudo para Jesus em Cafarnaum (1885). Óleo sobre tela de Rodolpho Amoêdo
Pinacoteca do Estado de São Paulo. São Paulo. Foto Ismael Gobbo
Pedro Richard

09-09-1853 / 25-10-1918)


Dr. Adolfo Bezerra de Menezes

Óleo sobre tela de Nair Camargo. Foto Ismael Gobbo

segunda-feira, 21 de outubro de 2019

NOTICIAS DO MOVIMENTO ESPIRITA. 22-10-2019.

CLICAR AQUI:
http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/OUTUBRO/22-10-2019.htm

Estátua de S. João Maria Vianney, O Cura d’Ars. Catedral de Montevidéu, Uruguai.
Foto Ismael Gobbo
[
A menina cega. Óleo sobre tela de Jhon Everett Millais
A conversão de Maria Madalena. Óleo sobre tela de Paolo Veronese. Cerca de 1548.
Imagem/fonte:
Medalhão em bronze de 15,2 cm de diâmetro  retratando Lamennais.
 Por David d`Angers (criador Richard Frères). Imagem/fonte:


Lamennais:
Hughes Félicité Robert de Lamennais, foi um filósofo e escritor político francês. Wikipédia
Nascimento: 19 de junho de 1782, Saint-Malo, França
Falecimento: 27 de fevereiro de 1854, Paris, França

Página do jornal “Le Siècle” de 01-03-1854 noticiando a morte de Lamennais seu velório e enterro. Veja na segunda coluna “Nécrologie”..


.........................
.......................
...............
Papa Gregório XVI desautorizou as opiniões de Lamennais na Encíclica "Mirari vos", em Agosto de 1831. Não houve uma citação específica a ele e nem a seu jornal, mas tão somente uma censura implícita a ambos. Inicialmente, Lamennais suspendeu a distribuição do jornal, submetendo-se; mais tarde deixou a Igreja e defendeu a própria posição na obra "Paroles d'un croyant" (Palavras de um crente), condenada explícitamente na Encíclica "Singulari nos", em Julho de 1834, sendo citados tanto o autor quanto a obra.
Incansável, ele se devotou à causa do povo, colocando sua pena a serviço do Republicanismo e do Socialismo. Escreveu obras como "O Livro do Povo" (1838), "Os afazeres de Roma" e "Esboço de uma Filosofia". Chegou a ser condenado à prisão mas, já em 1848 foi eleito para a Assembleia Nacional, aposentando-se em 1851.
Por ocasião de sua morte, não desejando se reconciliar com a Igreja, foi sepultado em uma cova de indigente.
Leia mais:
Cemitério Père Lachaise. Paris, França. Foto Laura Emilia Michelin Gobbo.

O  Cemitério Père Lachaise situado  a leste de  Paris é  um
dos mais famosos  do mundo. Nele estão  sepultadas per-
sonalidades famosas que se destacaram nas  ciências, nas
letras,  nas artes, na política, na  religião, ...
Numa vala comum foi  sepultado Lamennais em 1854.
http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/MARCO/15-03-2019_arquivos/image015.jpg
Túmulo concebido em forma de Dólmen druida do Codificador do Espiritismo Allan Kardec.
Cemitério Père Lachaise, Paris, França. Foto Ismael Gobbo.

Sobre o túmulo de Allan Kardec assim se expressa Jacques Barozzi autor do
“Guide des Cimetières Parisiens”  -  “Guia dos Cemitérios Parisienses”

“Fundador da Doutrina Espírita e autor do Livro dos Espíritos. Sua sepultura é a mais visitada e a mais florida do Père Lachaise”.
          
"Fondateur de la doctrine du spiritisme et auteur du Livre des esprits. Sa tombe est la plus visitée et la plus fleurie du Père-Lachaise".
http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/MAIO/01-05-2019_arquivos/image014.jpg
Santo Agostinho e sua mãe Santa Mônica. Óleo sobre tela de Ary Scheffer.
Jesus caminhando sobre as águas do Mar da Galiléia. Óleo sobre tela por Ivan Aivazovsky
Mar da Galiléia também conhecido por  lago de Tiberíades ou lago de Genesaré com Cafarnaum acima à esquerda. Israel.
 Foto Ismael Gobbo.
Jesus curando o cego e mudo. Aquarela de James Tissot.

De acordo com os evangelhos, Jesus curou um homem possuído por demônios que estava era cego e mudo, recuperando-lhe tanto a voz quanto a visão. As pessoas que presenciaram o ato ficaram maravilhadas e perguntaram "É este, porventura, o filho de Davi?" (uma referência ao Messias esperado pelos judeus).

A exemplar médium Yvonne Pereira no início da década de 1980, com criança no colo
(e que disponibilizou a imagem para uso livre).


Yvonne do Amaral Pereira foi uma das mais respeitadas médiuns brasileiras, autora de romances psicografados bastante conhecidos entre os espíritas. Dedicou-se por muitos anos à desobsessão e ao receituário mediúnico homeopático. Wikipedia.
Meimei

http://gefa.yolasite.com/recanto-meimei.php

Conforme a autora, o quadro retrata entidade espiritual feminina da falange de Meimei acolitando crianças.
Óleo sobre tela da artista plástica Nair Camargo, de São Paulo, SP.

Obra exposta no salão de reuniões do Fraternidade Espírita Gina, em São Paulo, Brasil. Foto Ismael Gobbo.

Imagem divulgação do filme Nosso Lar.  Internet.

De pé: Zeca Machado e Zilica, Waldo Vieira, Chico Xavier, Nair Machado com a criança no colo, 
Adélia Machado de Figueiredo. Agachados: Lindolfo Ferreira e Arnaldo Rocha, em Pedro Leopoldo

http://www.vinhadeluz.com.br/site/noticia.php?id=1741

domingo, 20 de outubro de 2019

NOTICIAS DO MOVIMENTO ESPIRITA. 21-10-2019.

CLICAR AQUI:
http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/OUTUBRO/21-10-2019.htm

O Mendigo Cego.  Óleo sobre madeira de  mogno de Jozef Laurent Dyckman

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Jozef_Laurent_Dyckmans_-_The_Blind_Beggar.jpg

Pedinte mendigo. 1904.
Placa em bronze exposta na Pinacoteca do Estado de São Paulo. São Paulo, Brasil. Foto Ismael Gobbo
Árvore. Av. Belgrano,  Rosário, Argentina. Foto Ismael Gobbo
IMG_5375
IMG_5376
Jovens no trabalho voluntário “Hazla por tu playa”  que faz limpeza de praias e rios.  Miraflores, Lima, Peru.
Fotos Ismael Gobbo
O Encontro do Salvador no Templo. Óleo sobre tela por William Holman Hunt.
Imagem/fonte:
O Pai Nosso. Aquarela de James Tissot.
Imagem/fonte:

sexta-feira, 18 de outubro de 2019

NOTÍCIAS DO MOVIMENTO ESPÍRITA. 19-10-2019.

CLICAR AQUI:

Aparição da cruz em 17 de dezembro de 1826 em  Migné-Auxances (86)
Jesus e Kardec
Maria Fumaça. Paranapiacaba (Santo André, SP). Foto Ismael Gobbo
O trem de alta velocidade “Frecciarossa” na Estação Termini. Roma, Itália. Foto Ismael Gobbo
Morcego. Jardim Botânico Real. Sidney,
Monumento a Lombroso em Verona, Itália. Foto Ismael Gobbo
Cesare Lombroso (Verona, 6-11-1835 / Turim, 19-10-1909)
Foi um psiquiatra, cirurgião, higienista, criminologista, antropólogo e cientista italiano (Wikipedia).

Estudou o Espiritismo realizando experiências com a médium Eusápia Paladino.

Porta Palatina. Turim, Itália. Na antiguidade chamada de Augusta Taurinorum. Foto Ismael Gobbo.

Porta Palatina (erradamente, mas comumente referida no plural, como Porte Palatine  É a principal evidência arqueológica da era romana da cidade, bem como uma das portas urbanas mais bem preservadas do primeiro século aC. [1] (Wikipedia)

O Rio Tibre e a Ilha Tiberina. A ponte da esquerda Ponte Céstio liga a ilha ao Bairro Trastevere e
a da direita Ponte Fabricius liga a ilha ao Campo de Marte. Roma, Itália. Foto Ismael Gobbo.


Ponte Céstio[1] ou Ponte Céstia (em latim: Pons Cestius; em italiano: Ponte Cestio) é uma ponte romana emRoma, Itália, que se estende sobre o rio Tibre para o oeste da ilha Tiberina. A versão original desta ponte foi construída no século I a.C. (em algum momento entre 62 e 27 a.C.), depois da Ponte Fabrício, do outro lado da ilha. Ambas são pontes muito antigas, mas enquanto Fabrício permaneceu intacta, a Ponte Céstio foi parcialmente desmantelada no século XIX, com apenas parte da antiga estrutura ainda preservada.

Ponte Fabrício[1] ou Ponte Fabrícia (em latim: Pons Fabricius; em italiano: Ponte Fabricio), chamada também de Ponte das Quatro Cabeças (em italiano: Ponte dei Quattro Capi), é a mais antiga ponte romana em Roma,Itália, em condições originais. Construída em 62 a.C., ela se estende por metade do rio Tibre, do Campo de Marte do lado leste até a Ilha Tiberina no meio do rio (a Ponte Céstio continua o trajeto da ilha até a margem oeste). "Quattro Capi" é uma referência aos dois pilares de mármore do deus romano de dupla-face Jano noparapeito, que foram levados para lá da vizinha San Gregorio della Divina Pietà (Monte Savelo), noséculo XIV[2].
Pont Neuf e Samaritaine ao fundo, à esquerda. Paris, França. Foto Ismael Gobbo.

La Samaritaine é uma loja de departamentos localizada em Paris entre a Rue de Rivoli e do Sena , no nível Pont Neuf no st distrito de Paris . 
Leia mais:
Ponte romana de Alcântara sobre o  rio Tejo. Província de Cáceres, Extremadura, Espanha. A ponte construída à época do imperador Trajano. Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Bridge_Alcantara.JPG
Ponte que liga Vitória a Vila Velha.  Foto Ismael Gobbo
Rio Ádige com Ponte delle Navi e igreja de “San Fermo Maggiore”. Verona, Itália. Foto Ismael Gobbo.