BLOG DE NOTÍCIAS DO MOVIMENTO ESPÍRITA.....ARAÇATUBA- SP

Atenção

"AS AFIRMAÇÕES, INFORMAÇÕES E PARECERES PUBLICADOS NESTE BLOG SÃO DE RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DE QUEM OS ELABOROU, ASSINA E OS REMETEU PARA PUBLICAÇÃO. FICA A CRITÉRIO DO RESPONSAVEL PELO BLOG A PUBLICAÇÃO OU NÃO DAS MATÉRIAS, COMENTÁRIOS OU INFORMAÇÕES ENCAMINHADOS."

domingo, 24 de março de 2019

NOTÍCIAS DO MOVIMENTO ESPÍRITA. 25-03-2019.

CLICAR AQUI:
http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/MARCO/25-03-2019.htm

Lamennais
Lamennais.
Imagem contida em página do livro: Lamennais d'après des documents inédits. Tome 1 / par Alfred Roussel,

Lamennais de documentos inéditos- Alfred Roussel
Você pode ler a edição em francês acessando:
Paris vista do Cemitério Père Lachaise, à leste da cidade. Óleo sobre telapor  Louise-Joséphine Sarazin de Belmont
Imagem/fonte: 



Papa Gregório XVI desautorizou as opiniões de Lamennais na Encíclica "Mirari vos", em Agosto de 1831. Não houve uma citação específica a ele e nem a seu jornal, mas tão somente uma censura implícita a ambos. Inicialmente, Lamennais suspendeu a distribuição do jornal, submetendo-se; mais tarde deixou a Igreja e defendeu a própria posição na obra "Paroles d'un croyant" (Palavras de um crente), condenada explícitamente na Encíclica "Singulari nos", em Julho de 1834, sendo citados tanto o autor quanto a obra.
Incansável, ele se devotou à causa do povo, colocando sua pena a serviço do Republicanismo e do Socialismo. Escreveu obras como "O Livro do Povo" (1838), "Os afazeres de Roma" e "Esboço de uma Filosofia". Chegou a ser condenado à prisão mas, já em 1848 foi eleito para a Assembleia Nacional, aposentando-se em 1851.
Por ocasião de sua morte, não desejando se reconciliar com a Igreja, foi sepultado em uma cova de indigente.

Estudo para Fuga da Sacra Família para o Egito. Óleo sobre tela de Almeida Júnior.
Exposto na Pinacoteca do Estado de São Paulo, São Paulo, Brasil. Foto Ismael Gobbo.
Cena retratando Jesus e a  transformação da água em vinho. Quadro  em igreja de Caná, Israel.
Foto Ismael Gobbo
Cristo caindo a caminho do calvário. Raphael. Museu do Prado.
Imagem/fonte:
Pietá de Michelangelo. Basílica de S. Pedro, Vaticano. Foto Ismael Gobbo
A cegueira de Sansão. Óleo sobre tela de Rembrandt.
Imagem/fonte:
A escolha de Hércules. Óleo sobre tela de Annibale Carracci.
Av. Prestes Maia. São Paulo, Brasil. Foto Ismael Gobbo.
Filósofo em meditação. Óleo em painel de carvalho de Rembrandt.
Jesus Cristo no Monte das Oliveiras. Óleo sobre tela de Rodolfo Amoedo.
Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro, Brasil. Foto Ismael Gobbo
José Petitinga 

sexta-feira, 22 de março de 2019

NOTICIAS DO MOVIMENTO ESPÍRITA. 23-03-2019.

CLICAR AQUI:
http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/MARCO/23-03-2019.htm


 
Livro: A Igreja e a Sociedade Cristã.  Livre:  L'Église et la société chrétiennes en 1861 (2e éd.) / par M. Guizot Guizot, François
O capítulo IV Do Sobrenatural, do livro L'Église et la société chrétiennes,  estudado por Allan Kardec na Revista Espírita, dezembro/1861 se inicia  na página 19.

François Guizot.



François Pierre Guillaume Guizot ( francês:  [fʁɑ̃swa pjɛʁ ɡijom ɡizo] ; 4 de outubro de 1787 - 12 de setembro de 1874) foi um historiador, orador e estadista francês . Guizot era uma figura dominante na política francesa antes da Revolução de 1848. Um liberalmoderado [1] [2] que se opôs à tentativa do rei Charles X de usurpar o poder legislativo, ele trabalhou para sustentar uma monarquia constitucional após a Revolução de Julho de 1830. .

Voltaire. Óleo sobre tela de Nicolas de Largillière.
Imagem/fonte:


François-Marie Arouet, mais conhecido pelo pseudônimo Voltaire (Paris21 de novembro de 1694 — Paris, 30 de maio de 1778), foi um escritorensaístadeísta e filósofo iluminista francês.[1]
Conhecido pela sua perspicácia e espirituosidade na defesa das liberdades civis, inclusive liberdade religiosa e livre comércio, é uma dentre muitas figuras do Iluminismo cujas obras e ideias influenciaram pensadores importantes tanto da Revolução Francesa quanto da Americana. Escritor prolífico, Voltaire produziu cerca de 70 obras[2] em quase todas as formas literárias, assinando peças de teatropoemasromancesensaios, obras científicas e históricas, mais de 20 mil cartas e mais de 2 mil livros e panfletos.
Em oração. Foto Ismael Gobbo.
Estátua do São Paulo. Praça da Sé. São Paulo, Brasil. Foto Ismael Gobbo.
Missa na Catedral  de Notre-Dame. Paris, França. Foto Ismael Gobbo.
Livro: “A Religião Natural” de Jules Simon mencionado por Allan Kardec na Revista Espírita, 12/1861.
Leia a edição em francês aqui: https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/bpt6k243276/f7.image
 Um diorama mostrando antigos homens das cavernas fica dentro do Museu Nacional da História da Mongólia em Ulaanbaatar, Mongólia. O museu preserva o patrimônio cultural da Mongólia.
O nascimento de Minerva. Óleo sobre tela de René-Antoine Houasse
Jesus dialogando com seus discípulos. Aquarela opaca de James Tissot.
Imagem/fonte:  
Salomé dançando diante de Herodes. Óleo sobre tela de Gustave Moreau.
São João Batista e os fariseus. Aquarela por James Tissot
Imagem/fonte:
Estátua do Cristo. Foto Ismael Gobbo.
Edição em francês de O Livro dos Espíritos
A Cepa em O Livro dos Espíritos.

quinta-feira, 21 de março de 2019

NOTICIAS DO MOVIMENTO ESPIRITA. 22-03-2019.

CLICAR AQUI:
http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/MARCO/22-03-2019.htm

Enchente. Foto Ismael Gobbo.
Roseira. Foto Ismael Gobbo
Toutinegra-real.

toutinegra-real (Sylvia hortensis) é uma ave pertencente à família Sylviidae. Caracteriza-se pela plumagem acinzentada com o barrete preto e o olho branco.
Em Portugal esta toutinegra distribui-se esparsamente pelo interior do território. É uma ave migradora que chega em Abril e parte em Agosto ou Setembro. Os seus quartéis de invernada situam-se na África tropical.
Peixinho. Foto Ismael Gobbo.
Maternidade. Óleo sobre tela de Henrique Bernardelli. Museu Nacional de Belas Artes. Rio de Janeiro, Brasil. Foto Ismael Gobbo.
Mulher idosa cochilando. Óleo sobre tela de Nicolaes Maes.  
Um velho e seu neto. Têmpera em madeira de álamo por Domenico Ghirlandaio.
Queima de Jan Hus na fogueira no conselho de Constança. .
Imagem/fonte:


Jan Hus ou João Huss (Husinec1369 — Constança6 de julho de 1415) foi um pensador e reformador religioso[1]. Ele iniciou um movimento religioso baseado nas ideias de John Wycliffe. O seus seguidores ficam conhecidos como os Hussitas. Ele foi executado em 1415 - foi queimado vivo e morreu cantando um cântico [cântico de Davi" Jesus filho de Davi tem misericórdia de mim] Um precursor do movimento protestante (ver: Reforma Protestante), a sua extensa obra escrita concedeu-lhe um importante papel na história literária checa. Também é responsável pela introdução do uso de acentos na língua checa por modo a fazer corresponder cada som a um símbolo único. Hoje em dia a sua estátua pode ser encontrada na praça central de Praga, a Praça da Cidade Velha, em checo Staroměstské náměstí.
Na sua morte profetizou: “ podem matar o ganso, mas daqui a 100 anos Deus suscitará um cisne que não poderão queimar. (Isso foi a 102 anos antes de Martinho Lutero apregoar na igreja de Wittenberg as 95 teses, que deu início a Grande Reforma Protestante.

Enrique Eliseo Baldovino* autografando.

*  (Enrique Eliseo Baldovino 26-10-1967 / 13-02-2019)

quarta-feira, 20 de março de 2019

NOTICIAS DO MOVIMENTO ESPÍRITA. 21-03-2019.

CLICAR AQUI:
http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/MARCO/21-03-2019.htm

1ª. página do jornal “Le Siècle” de 14 de outubro de 1861 noticiando o Auto de Fé de Barcelona
ocorrido no dia 9 de outubro de 1861. No alto à esquerda da página.
Recorte da noticia do Auto de Fé de Barcelona
1ª. página do jornal “Le Siècle” de 14 de outubro de 1861.
Auto de fé de Barcelona com  queima de livros espíritas aos 9 de outubro de 1861.
Porto de Barcelona em gravura do século XVIII. Joseph Friderich Leopold - Barry Lawrence Ruderman Antique Maps Inc.
Barcino. Barcelona, por Joseph Friderich Leopold
Imagem/fonte:
Maurice de La Châtre 

.....................
...................
...........

Na Espanha logo se estabelece como livreiro, e ali vive até 1870. Importa as obras de Karl Marx e Engels e, ao trazer para aquele país 300 livros espíritas que encomendara a Allan Kardec, embora tendo cumprido todas exigências legais para tal, teve as obras apreendidas e pelo bispo Dom Antonio Palau y Termens, que as queima em praça pública num auto de fé, que passou para a história daquela crença como um marco da intolerância.[1] A despeito disto, as obras passaram a chegar àquele país por diversas formas.[2]
.....................
...................
...........
Rambla del Mar. Barcelona, Espanha. Foto Ismael Gobbo.
Parque de La Ciutadella. Barcelona, Espanha. Fotos Ismael Gobbo

O "auto de fé" ocorreu na esplanada de Barcelona, às 10h30 da manhã. Conforme lista oficial transcrita na "Revue Spirite", foram queimados os seguintes títulos:
·        "Revue Spirite", dirigida por Allan Kardec;
·        "A Revista Espiritualista", dirigida por Piérard;
·        "O Livro dos Espíritos", por Allan Kardec;
·        "O Livro dos Médiuns", por Allan Kardec;
·        "O que é o Espiritismo?", por Allan Kardec;
·        "Fragmento de sonata", atribuído ao Espírito de Mozart;
·        "Carta de um católico sobre o Espiritismo", pelo doutor Grand;
·        "A História de Jeanne d'Arc", atribuído a Joana d'Arc pela médium Ermance Dufaux;

Leia mais:
O Festim de Baltazar.  Óleo sobre tela de John Martin
Imagem/fonte: 
O Festim de Baltazar. Óleo sobre tela de Rembrandt

Leia sobre o Festim de Baltazar
A anunciação. Óleo sobre tela de Henry Ossawa Tanner
Imagem/fonte: 
Multiplicação dos pães em aquarela de James Tissot.
Imagem/fonte:
Jesus atende a mulher cananita que lhe roga a cura da filha “endemoniada”. Óleo sobre tela por Michael Angel Immenraet.

LEIA A PASSAGEM EM MATEUS 15  21-28
Ao se aproximar de Jerusalém Jesus chora sobre ela. Óleo sobre tela por  Enrique Simonet.

CHICOXAVIERGEPEXTERNAISMAEL
CHICOXAVIERGEPEXTERNAISMAEL2
chicoxavieGEPrnocarro
CHICOXAVIERGEPVISITANTESISMAEL
CHICOXAVIERGEPCUMPRISMAEL2
Chico Xavier e o Grupo Espírita da Prece. Uberaba, MG. Fotos Ismael Gobbo
Lins de Vasconcelos