BLOG DE NOTÍCIAS DO MOVIMENTO ESPÍRITA.....ARAÇATUBA- SP

Atenção

"AS AFIRMAÇÕES, INFORMAÇÕES E PARECERES PUBLICADOS NESTE BLOG SÃO DE RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DE QUEM OS ELABOROU, ASSINA E OS REMETEU PARA PUBLICAÇÃO. FICA A CRITÉRIO DO RESPONSAVEL PELO BLOG A PUBLICAÇÃO OU NÃO DAS MATÉRIAS, COMENTÁRIOS OU INFORMAÇÕES ENCAMINHADOS."

domingo, 17 de novembro de 2019

NOTICIAS DO MOVIMENTO ESPIRITA. 18-11-2019.

CLICAR AQUI:
http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/NOVEMBRO/18-11-2019.htm

None
Partidários poloneses de 1863. Obra de Juliusz Kossak

Movimentos de resistência na Polônia particionada (1795-1918)
Houve muitos movimentos de resistência na Polônia particionada entre 1795 e 1918. Embora alguns dos szlachta tenham sido reconciliados até o final da Comunidade Polonês-Lituana em 1795, a possibilidade de independência da Polônia foi mantida viva por eventos dentro e fora da Polônia ao longo do século XIX. . A localização da Polônia nas terras baixas do norte da Europa tornou-se especialmente significativa em um período em que seus vizinhos, o Reino da Prússia e a Rússia se envolveram intensamente nas rivalidades e alianças européias e os estados-nações modernos se formaram em todo o continente 

Artigo do Le Petit Journal intitulado  Exécutions capitales, na 4ª. Coluna, mencionado por Allan Kardec na Revista Espírita de outubro de 1863. Imagem/fonte: https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/bpt6k5882705/f3.item
Continuação do artigo do Le Petit Journal intitulado  Exécutions capitales, na 1ª. Coluna, no alto, mencionado por Allan Kardec na Revista Espírita de outubro de 1863. Imagem/fonte: https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/bpt6k5882705/f3.item


Deixamos de colocar imagem de forca e de enforcado. No lugar colocamos flores em homenagem ao espírito François Franckowski objeto da matéria da Revista Espírita de outubro de 1863 “Espíritos Visitantes” reproduzida na postagem de hoje.

Flores. Jardim de Luxemburgo. Paris, França. Fotos Laura Emilia Michelin Gobbo

Jesus prestes a ser golpeado diante do sumo sacerdote Anás.Óleo sobre tela por José de Madrazo.
Imagem/fonte:
Cristo carregando a cruz. Óleo sobre tela por El Greco.
Cristo aparece a Maria Madalena “Noli me tangere”. Óleo sobre tela de Rembrandt.
Imagem/fonte:
Quadro de Jesus executado na parede pela artista plástica Maria Tereza Braga. Casa da Caridade, Araçatuba, SP.
Foto Ismael Gobbo

sexta-feira, 15 de novembro de 2019

NOTICIAS DO MOVIMENTO ESPIRITA. 16-11-2019.

CLICAR AQUI:
http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/NOVEMBRO/16-11-2019.htm

Rua du Cherche-Midi. Paris, França.
Imagem/fonte:
O óbulo da viúva em aquarela de James Tissot.
Imagem/fonte: 
Vista aérea do centro de Nimes, França.
Milionário sem filhos e uma pobre mulher abençoada com filhos. Obra de Niko Pirosmanashvili 
Imagem/fonte:
Bonaparte visitando as vitimas da peste em Jafa a 11 de março de 1799.
Imagem/fonte:


Bonaparte visitando as vítimas da peste de Jafa é o título de uma obra de Antoine-Jean Gros, datada de 1804, e encomendada por Napoleão Bonaparte para representar um episódio da campanha do Egito.
MONUMENTO DEDICADO AO COMPOSITOR GIUSEPPE VERDI. VALE DO ANHANGABAÚ. SÃO PAULO, BRASIL. FOTO ISMAEL GOBBO
LEIA SOBRE O MONUMENTO AQUI: 
http://www.saopauloantiga.com.br/monumento-a-giuseppe-verdi/
DSC05164
Belíssima Casa de Repouso para os Musicistas mantida pela Fundação Verdi. Milão, Itália. Foto Ismael Gobbo
DSC05225
Casa de Repouso para os Musicistas mantida pela Fundação Verdi. Milão, Itália. Foto Ismael Gobbo

quinta-feira, 14 de novembro de 2019

NOTICIAS DO MOVIMENTO ESPIRITA. 15-11-2019.

CLICAR AQUI:
http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/NOVEMBRO/15-11-2019.htm

Grandvilliers, antes da destruição da Segunda Guerra Mundial..
Imagem/fonte:
Cartão postal antigo publicado por Sinet. Grandvilliers (Oise): l'Hôtel de Ville
São Vicente de Paulo
Lar dos idosos. Pintura de Fritz Von Uhde
Prédio da  Instituição “VERDADE E Luz”, localizada à rua Espírita, no. 28, doada por Batuíra.
São Paulo, Brasil .  Foto do início dos anos de 1920.
Imagem/fonte:
 Caridade. Óleo sobre tela por Walter Gay.
Amanhecer . Foto Ismael Gobbo
Em vôo. Foto Ismael Gobbo.
Amélie_Boudet_01 (1)
Amélie Gabrielle Boudet
Imagem internet
Académie_des_arts_de_THIAIS_(3466429280)
Câmara Municipal, agora Academia de Artes. Prédio construído em 1882/1883 e inaugurado em 10-08-1884.
Em Thiais nasceu Amelie Gabrielle Boudet esposa de Allan Kardec. 
A
Ilustração artística retratando Allan Kardec e sua esposa Amelie Gabrielle Boudet.
Do acervo do CEI-Conselho Espírita Internacional. Apresentada em 2004 no Congresso Espírita Mundial
IMG_2802
Túmulo em forma de dólmen druida de Allan Kardec e de sua esposa Amelie Gabrielle Boudet, no
Cemitério Père Lachaise, em Paris, França. Foto Ismael Gobbo
IMG_2828
Placa afixada pela Prefeitura de Paris na parede de trás do dólmen de Allan Kardec e de
sua esposa e colaboradora  Amelie Gabrielle Boudet, no Cemitério Père Lachaise. Foto Ismael Gobbo

quarta-feira, 13 de novembro de 2019

NOTICIAS DO MOVIMENTO ESPIRITA. 14-11-2019.

CLICAR AQUI:
http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/NOVEMBRO/14-11-2019.htm

Entrada do  Cemitério Montmartre em 1860.

Allan Kardec desencarnou no dia 31-03-1869 e foi sepultado no dia 2 de abril de 1869 no Cemitério Montmartre.
Discursaram: o vice-presidente da Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas, Sr. Levent,  o célebre astrônomo Camille Flamarion,  que fez um relato da veneranda existência do codificador, Alexandre Delanne e E. Muller.
Posteriormente os restos mortais de Allan Kardec foram trasladados para o Cemitério PèreLachaise.

Em Montmartre foi sepultado o corpo do Sr. Costeau, membro da Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas, aos 12 de setembro de 1863 e objeto de homenagens no cemitério durante o sepultamento em Vala Comum. Vide Revista Espírita de outubro de 1863 o texto intitulado “Enterro de um Espírita na Vala Comum”.
Desenho do Cemitério Père Lachaise por Christophe Civeton. 1829.
 
Turista orando no túmulo de Allan Kardec. No dia 31 de março de 2019, completam-se 150 anos da sua desencarnação.
Cemitério Père Lachaise, Paris, França, Foto Ismael Gobbo.
Lamennais. [impressão] / H. Monnier; Montigneul, [gravador] Monnier, Henry 

Depois da revolução de Julho de 1830, Lamennais, junto com Henri Dominique Lacordaire e Charles de Montalembert, além de um grupo entusiástico de escritores do Catolicismo Romano Liberal, fundou o jornal "L'Avenir". Neste periódico diário, defendia os princípios democráticos, a separação da Igreja do Estado, o que lhe criou embaraços tanto com a hierarquia eclesiástica francesa quanto com o governo do rei Luís Filipe de França.
Papa Gregório XVI desautorizou as opiniões de Lamennais na Encíclica "Mirari vos", em Agosto de 1831. Não houve uma citação específica a ele e nem a seu jornal, mas tão somente uma censura implícita a ambos. Inicialmente, Lamennais suspendeu a distribuição do jornal, submetendo-se; mais tarde deixou a Igreja e defendeu a própria posição na obra "Paroles d'un croyant" (Palavras de um crente), condenada explícitamente na Encíclica "Singulari nos", em Julho de 1834, sendo citados tanto o autor quanto a obra.
Incansável, ele se devotou à causa do povo, colocando sua pena a serviço do Republicanismo e do Socialismo. Escreveu obras como "O Livro do Povo" (1838), "Os afazeres de Roma" e "Esboço de uma Filosofia". Chegou a ser condenado à prisão mas, já em 1848 foi eleito para a Assembleia Nacional, aposentando-se em 1851.
Por ocasião de sua morte, não desejando se reconciliar com a Igreja, foi sepultado em uma cova de indigente.
Na obra O Evangelho Segundo o Espiritismo, de Allan Kardec, encontram-se mensagens atribuídas tanto a Lamennais quanto a Lacordaire. Também em O Livro dos Espíritos, obra espírita do mesmo autor, na questão 1009, pode-se encontrar uma mensagem atribuída a Lammenais.
Leia mais:

Chico Xavier participando do Culto do Evangelho no Lar da família Perácio.
Imagem cedida por Oceano Vieira de Melo
IMG_0806
IMG_1178
Realizada a reunião do CFN em Brasília, DF. 08 a 10-11-2019.
Jesus. Quadro de Maria Tereza Braga, Araçatuba, SP
A visão de Jesus a partir da cruz em aquarela por James Tissot.
Este local junto ao Jardim da Tumba é divulgado como sendo o Gólgota, ou Monte da Caveira. Jerusalém, Israel.
Foto Ismael Gobbo
Vista do Jardim da Tumba e interior do túmulo divulgado como sendo o de Jesus. Jerusalém, Israel. 
Fotos Ismael Gobbo

Pela tradição católica o túmulo de Jesus se encontra no interior da Igreja do Santo Sepulcro que está logo abaixo.
Igreja do Santo Sepulcro. No interior da igreja há um túmulo que, segundo a tradição
Católica,  seria o local onde Jesus foi sepultado. Foto Ismael Gobbo
Longas filas visitando o “Santo Sepulcro” na igreja do mesmo nome. Jerusalém, Israel. Foto Ismael Gobbo.

Há um outro local fora das muralhas de Jerusalém, acima da Porta de Damasco, chamado deJardim da Tumba, onde há uma sepultura que divulgam como sendo a de Jesus. Veja a foto logo acima.

Túmulo de Dr. Bezerra de Menezes. Cemitério do Cajú. Rio de Janeiro, Brasil. Foto Ismael Gobbo.




terça-feira, 12 de novembro de 2019

NOTICIAS DO MOVIMENTO ESPIRITA. 13-11-2019.

CLICAR AQUI:
http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/NOVEMBRO/13-11-2019.htm

Detalhe da estátua no alto do Monumento a Colombo. Praça do Portal da Paz, Barcelona, Espanha.
Inaugurado em 01-06-1888.Fotos Ismael Gobbo.
Vista do Porto Monumento a Colombo. Barcelona, Espanha.Foto Ismael Gobbo
Charles Fourier. Estampa Couturier, Philibert Léon (1823-1901). Lithographe


François Marie Charles Fourier (Besançon7 de Abril de 1772 – Paris10 de Outubro de 1837) foi um socialista francês da primeira parte do século XIX, um dos pais do cooperativismo. Foi também um crítico ferino do economicismo e do capitalismo de sua época, e adversário da industrialização, da civilização urbana, do liberalismo e da família baseada no matrimônio e na monogamia.
O caráter jovial com que Fourier realizou algumas de suas críticas fez dele um dos grandes satíricos de todos os tempos. Propôs a criação de unidades de produção e consumo - as falanges ou falanstérios - baseadas em uma forma de cooperativismo integral e auto-suficiente, assim como na livre perseguição do que chamava paixões individuais e seu desenvolvimento, o que constituiria um estado que chamava harmonia. Neste sentido antecipa a linhagem do socialismo libertário dentro do movimento socialista, mas também em linhas críticas da moral burguesa e cristã, restritiva do desejo e do prazer - neste sentido, sendo também em um dos precursores da psicanálise.[1] Em 1808 Fourier já argumentava abertamente em favor da igualdade de gênero entre homens e mulheres, apesar da palavra feminismo só ter surgido em 1837.[2]
Entusiastas de suas ideias estabeleceram comunidades intencionais nas três Américas. O Falanstério do Saí em Santa Catarina e a Colônia Cecília no Paraná foram experiências práticas inspiradas por Fourier no Brasil, assim como La Réunion no Texas e a Falange Norte-americana em Nova Jersey, nos Estados Unidos.
Pintura retratando o filósofo e escritor Ernest Renan em seu Escritório.  Foi o autor de “Vida de Jesus”.
Imagem/fonte:
Capas de “Vida de Jesus” de Renan. Internet
http://www.noticiasespiritas.com.br/2017/JUNHO/14-06-2017_arquivos/image012.jpg
Allan Kardec (1804- 1869). Codificador do Espiritismo
Sermão  da Montanha. Óleo sobre tela Carl Heinrich Bloch
Preparação da execução de Jan Hus.

Jan Hus ou João Huss (Husinec1369 — Constança6 de julho de 1415) foi um pensador e reformador religioso[1]. Ele iniciou um movimento religioso baseado nas ideias de John Wycliffe. O seus seguidores ficam conhecidos como os Hussitas. Ele foi executado em 1415 - foi queimado vivo e morreu cantando um cântico [cântico de Davi" Jesus filho de Davi tem misericórdia de mim] Um precursor do movimento protestante (ver: Reforma Protestante), a sua extensa obra escrita concedeu-lhe um importante papel na história literária checa. Também é responsável pela introdução do uso de acentos na língua checa por modo a fazer corresponder cada som a um símbolo único. Hoje em dia a sua estátua pode ser encontrada na praça central de Praga, a Praça da Cidade Velha, em checo Staroměstské náměstí.
Na sua morte profetizou: “ podem matar o ganso, mas daqui a 100 anos Deus suscitará um cisne que não poderão queimar. (Isso foi 102 anos antes de Martinho Lutero apregoar na igreja de Wittenberg as 95 teses, que deu início a Grande Reforma Protestante.
http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/MARCO/21-03-2019_arquivos/image013.jpg
Auto de fé de Barcelona com  queima de livros espíritas aos 9 de outubro de 1861.
Vale do Cédron com túmulos antigos e o Monte das Oliveiras ao fundo. Jerusalém, Israel. Foto Ismael Gobbo
http://www.noticiasespiritas.com.br/2018/ABRIL/16-04-2018_arquivos/image047.jpg
Roseiras em  São João del Rei, MG, Brasil. Foto ismael Gobbo
http://www.noticiasespiritas.com.br/2018/ABRIL/16-04-2018_arquivos/image046.jpg
The Rose Garden – Hyde Park, . Londres, Reino Unido. Foto Matheus Gobbo (Hitchin, UK)