BLOG DE NOTÍCIAS DO MOVIMENTO ESPÍRITA.....ARAÇATUBA- SP

Atenção

"AS AFIRMAÇÕES, INFORMAÇÕES E PARECERES PUBLICADOS NESTE BLOG SÃO DE RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DE QUEM OS ELABOROU, ASSINA E OS REMETEU PARA PUBLICAÇÃO. FICA A CRITÉRIO DO RESPONSAVEL PELO BLOG A PUBLICAÇÃO OU NÃO DAS MATÉRIAS, COMENTÁRIOS OU INFORMAÇÕES ENCAMINHADOS."

sexta-feira, 27 de novembro de 2020

BOLETIM DIÁRIO DE NOTÍCIAS DO MOVIMENTO ESPÍRITA. 28-11-2020.

CLICAR AQUI:

http://www.noticiasespiritas.com.br/2020/NOVEMBRO/28-11-2020.htm



quinta-feira, 26 de novembro de 2020

BOLETIM DIÁRIO DE NOTÍCIAS DO MOVIMENTO ESPÍRITA. 27-11-2020.

CLICAR AQUI:

http://www.noticiasespiritas.com.br/2020/NOVEMBRO/27-11-2020.htm

rançois Ponsard. BNF Gallica

[François Ponsard]: [fotografia] / [Nadar] Nadar (1820-1910). Fotógrafo

Copiado de: https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/btv1b10535867b.item

 

 

François Ponsard (1 de junho de 1814 - 7 de julho de 1867), foi um dramaturgo, poeta e autor francês e membro da Académie Française .

Leia mais:

https://en.wikipedia.org/wiki/Fran%C3%A7ois_Ponsard


GALILEU. Drama em 3 atos de François Ponsard. Em versos.

Galilée : drame en 3 actes, en vers / par François Ponsard,... Ponsard, François (1814-1867). Auteur du texte

Acesse aqui: https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/bpt6k2065166/f49.image


Galileo, drama de François Ponsard: comunicados à imprensa] 

Fonte: https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/btv1b84055114.item


Teatro-francês. Primeira apresentação de Galileo, de François Ponsard. Cena da abjuração perante o Santo Ofício: [imprimir] / P. Ferat [sig.]; E. Roevens [sig.] Roevens, E. (18 ..- 18 ..). Designer de modelos

Fonte: https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/btv1b8437721n.item


A Criação da Luz. Gustave Doré. A gravura é  uma representação  de Gênesis 1: 1 ("Haja luz").

Copiado de: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Creation_of_Light.png

Retrato de Galileo Galilei. Pintura a óleo de Justus Sustermans. Ufizzi, Florença.

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Galileo-sustermans4.jpg

 

 

Galileu Galilei (em italianoGalileo Galilei Pisa15 de fevereiro de 1564 — Florença8 de janeiro de 1642[2]) foi um físicomatemáticoastrônomo e filósofo florentino.

Galileu Galilei foi personalidade fundamental na revolução científica. Foi o mais velho dos sete filhos do alaudista Vincenzo Galilei e de Giulia Ammannati.[3] Viveu boa parte de sua vida entre Pisa e Florença, originalmente na época de seu nascimento ambas parte do Ducado de Florença e, mais tarde, na época de seu falecimento, integrantes do Grão-Ducado da Toscana.

Leia mais:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Galileu_Galilei

Dialogo de Galileo Galilei

Imagem/fonte:  https://en.wikipedia.org/wiki/Dialogue#/media/File:Galileos_Dialogue_Title_Page.pngB

 


Sistema Geocêntrico

Imagem/fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/Geocentric_model#/media/File:Bartolomeu_Velho_1568.jpg

 Figura dos corpos celestes - Uma ilustração do sistema geocêntrico ptolemaico pelo cosmógrafo e cartógrafo portugues Bartolomeu Velho , 1568 (Bibliothèque Nationale, Paris). Wikipedia

 

 

A teoria do universo geocêntrico ou geocentrismo é o modelo cosmológico mais antigo. Na Antiguidade era raro quem discordasse dessa visão; e entre os filósofos que defendiam esta teoria, o mais conhecido era Aristóteles. Foi o matemático e astrônomo grego de Alexandria Ptolemeu (90-168 d.C.) que, na sua obra "Almagesto",[1] deu a forma final a esta teoria,[2] que se baseia na hipótese de que o planeta Terra estaria fixo no centro do Universo com os corpos celestes, inclusive o Sol, girando ao seu redor.[3] O geocentrismo antigo não se confunde com um perspectivismo, pois a antiga crença não envolvia apenas um mero ponto de observação, mas a ideia de que o universo era relativamente limitado, com o Planeta Terra ao seu centro.[4]

Leia mais: https://pt.wikipedia.org/wiki/Geocentrismo


Universo Heliocêntrico

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Heliocentric.jpg

 

 

Heliocentrismo

Na astronomiaheliocentrismo é a teoria que coloca o Sol, em sua apresentação inicial, estacionário no centro do universo; ou em sentido estrito, situado aproximadamente no centro do Sistema Solar, no caso do heliocentrismo renascentista.[1] A palavra vem do grego (ήλιος Helios = sol e κέντρον kentron = centro).

Historicamente, o heliocentrismo era oposto ao geocentrismo, que colocava a Terra no centro do universo. Apesar de as discussões da possibilidade do heliocentrismo datarem da Antiguidade Clássica, somente 1800 anos mais tarde, no século XVI, o tema ganhou notoriedade explícita ao suscitar e estabelecer o divórcio entre o pensamento dogmático religioso e o pensamento científico; a ele e ao julgamento de Galileu Galilei perante a Inquisição remontando as origens da ciência em acepção moderna. Àquela época, o matemático e astrônomo polonês Nicolau Copérnico foi o primeiro a apresentar um modelo matemático preditivo consistente e completo de um sistema heliocêntrico. Ainda sem a acurada precisão e um pouco confuso, contudo, o modelo de Copérnico foi mais tarde reestruturado, expandido e aprimorado por Johannes Kepler. A explicação física causal para o modelo de Kepler foi fornecida por Isaac Newton via lei da gravitação universal, sendo o modelo então estabelecido de grande valia até hoje.

Todos os cálculos necessários ao lançamento de satélites e veículos espaciais fundamentam-se, até hoje, nos conhecimentos acerca do heliocentrismo estabelecidos à época de Galileu, Kepler e Newton.

Leia mais;

https://pt.wikipedia.org/wiki/Heliocentrismo


Imagem mostrando posições e nomes de planetas no Sistema Solar 

Copiado de: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Planets2013.svg

Galileo diante da Inquisição Romana em pintura de Cristiano Banti.

Imagem/fonte: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/8/88/Galileo_facing_the_Roman_Inquisition.jpg

 


Galileo diante do Santo Ofício. Obra de Joseph-Nicolas Robert-Fleury

Imagem/fonte:

https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Galileo_before_the_Holy_Office_-_Joseph-Nicolas_Robert-Fleury,_1847.png

Galileo, Galilei. Obra de Peter Paul Rubens.

Imagem/fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Galileo_Galilei_by_Peter_Paul_Rubens.jpg

Basílica de  Santa Cruz. Florença, Itália. Foto Ismael Gobbo.

Dentro da Basílica está o túmulo de Galileo Galilei.

 

Basílica de Santa Cruz (em italiano Basilica di Santa Croce) é a principal igreja franciscana em Florença, na Itália, e uma das principais basílicas da Igreja Católica no mundo. Está situada na Piazza di Santa Croce, a lesta da basílica de Santa Maria del Fiore. É o lugar onde estão enterrados alguns dos mais ilustres italianos, tais como MichelângeloGalileo GalileiMaquiavel e Rossini, e assim é apelidada de Panteão das Glórias Italianas.

Leia mais: https://pt.wikipedia.org/wiki/Bas%C3%ADlica_de_Santa_Cruz 

 

Túmulo de Galileo Galilei dentro da Basílica de Santa Cruz. Florença, Itália.

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Galileos_tomb.jpg

“Palazzo Vecchio”  e “Galleria degli Uffizi”. Florença, Itália. Foto Ismael Gobbo
“Ponte Vecchio” (Ponte Velha) sobre o  rio Arno. Florença, Itália. Foto Ismael Gobbo
Campanário de Giotto na catedral de Florença, Itália. Foto Ismael Gobbo.

Quadro de Allan Kardec de grandes dimensões na Librairie et Editions LeymarieParis, França.Fonte: 

https://www.facebook.com/librairieleymarie/photos/a.1799741960063337/1799746110062922/?type=3&theater

 

Allan Kardec, o insígne Codificador do Espiritismo nasceu

na  cidade  francesa  de  Lião  aos  03 de outubro de 1804 e

desencarnou na capital  Paris  no dia  31 de março de 1869.

Notre Dame de Paris. França. Óleo sobre tela por Armand Guillaumin. Exposto no Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro, Brasil

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Armand_Guillaumin_-_Notre_Dame_de_Paris,_MNBA.jpg

Turista orando no túmulo de Allan Kardec (1804-1869). Cemitério Père Lachaise, Paris, França, Foto Ismael Gobbo.

Madona adorando o menino. Óleo sobre madeira de Correggio 

Imagem/fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Correggio_-_La_Vergine_che_adora_il_Bambino_-_Google_Art_Project.jpg

Quadro: A Virgem com a criança em uma paisagem. Óleo sobre tela de Giorgione

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Giorgione,_Virgin_and_Child_in_a_Landscape.jpg

  Quadro: São José Carpinteiro. Óleo sobre tela de Georges de La Tour

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:La_Tour.jpgQ

O óbulo da viúva em aquarela de James Tissot.

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Brooklyn_Museum_-_The_Widow%27s_Mite_(Le_denier_de_la_veuve)_-_James_Tissot.jpg

Festa na Casa de Simão, o Fariseu. Óleo sobre tela de Peter Paul Rubens

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Rubens-Feast_of_Simon_the_Pharisee.jpg

Zaqueu no Sicômoro aguardando a passagem de Jesus. Aquarela de James Tissot

Imagem/fonte:

 https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Brooklyn_Museum_-_Zacchaeus_in_the_Sycamore_Awaiting_the_Passage_of_Jesus_(Zach%C3%A9e_sur_le_sycomore_attendant_le_passage_de_J%C3%A9sus)_-_James_Tissot.jpg

A ressurreição de Lázaro. Óleo sobre tela de Henry Ossawa Tanner

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Henry_Ossawa_Tanner,_Resurrection_of_Lazarus.jpg

Episódio da prisão de Cristo com Malco. Óleo sobre tela de

Imagem/fonte:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Douffet,_G%C3%A9rard_-_Taking_of_Christ_with_the_Malchus_Episode_-_c._1620.jpg

Jesus cura a orelha de Malco. Óleo sobre tela de Louis Finson

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Louis_Finson_-_Christ_Healing_the_Ear_of_Malchus.jpg

Cristo na cruz. Óleo sobre tela de Francisco Goya.

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Cristo_en_la_cruz_(Goya).jpg

Madona. Cimabue.

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Cimabue_031.jpg


Norbert Elias

Imagem/fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Norbert_Elias

Norbert Elias (Breslávia22 de junho de 1897 — Amsterdã1 de agosto de 1990) foi um sociólogo alemão.

De família judaica, teve de fugir da Alemanha nazista, exilando-se em 1933 na França, antes de se estabelecer na Inglaterra, onde passou grande parte de sua carreira. Todavia, seus trabalhos em alemão tardaram a ser reconhecidos e ele viveu de forma precária em Londres antes de obter em 1954 um posto de professor na Universidade de Leicester.

Leia mais:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Norbert_Elias

Progresso americano. Pintura a óleo de John Gast. 1872.

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:American_Progress_(John_Gast_painting).jpg

 

 

Esta pintura mostra "Destino manifesto" (a crença de que os Estados Unidos deveriam se expandir do Atlântico para o Oceano Pacífico. Em 1872, o artista John Gast pintou uma cena popular de pessoas que se deslocavam para o oeste, capturando a visão dos americanos na época. "Spirit of the Frontier" e amplamente distribuído como uma gravura retratava colonos que se deslocavam para o oeste, guiados e protegidos por Columbia (que representa a América e está vestida com uma toga romana para representar o republicanismo clássico) e auxiliada pela tecnologia (ferrovias, telégrafo), dirigindo indígenas Americanos e bisontes na obscuridade.Também é importante notar que Columbia está trazendo a "luz" como testemunha no lado oriental da pintura enquanto ela viaja em direção ao oeste "escurecido".

https://commons.wikimedia.org/wiki/File:American_Progress_(John_Gast_painting).jpg

 

Samuel Morse (1791- 1872). Tornou-se mundialmente célebre pela suas invenções: o código Morse e o

telégrafo com fios, em 1843.[4] [6]  Imagem/fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Samuel_Morse

 

Exemplares de telégrafo com fio. No quadro da parede o código Morse.

Museu da Companhia Paulista em  Jundiaí, SP. Foto Ismael Gobbo

A morte e o avarento. Parte de um tríptico de Hieronymus Bosch.

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Hieronymus_Bosch_-_Death_and_the_Miser_-_Google_Art_Project.jpg

A Parábola do Rico Insensato. Óleo em madeira de carvalho de Rembrandt.

Imagem/fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Par%C3%A1bola_do_Rico_Insensato#mediaviewer/File:Rembrandt_-_The_Parable_of_the_Rich_Fool.jpg

O Bom Samaritano. Óleo sobre tela de Vasily Surikov

Imagem/fonte: https://www.wikiart.org/en/vasily-surikov/the-good-samaritan-1874

 


quarta-feira, 25 de novembro de 2020

BOLETIM DIÁRIO DE NOTÍCIAS DO MOVIMENTO ESPÍRITA. 26-11-2020.

CLICAR AQUI:

 http://www.noticiasespiritas.com.br/2020/NOVEMBRO/26-11-2020.htm

[Camille Flammarion] / Dagron Dagron, Prudent René-Patrice (1819-1900). Photographe

Imagem copiada de: https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/btv1b8452934z.item


La pluralité des mondes habités : étude où l'on expose les conditions d'habitabilité des terres célestes, discutées au point de vue de l'astronomie et de la physiologie / par Camille Flammarion,... Flammarion, Camille (1842-1925). Auteur du texte

ACESSE AQUI:

https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/bpt6k5650110j/f2.item.texteImage#

 

A pluralidade dos mundos habitados: estudo em que são expostas as condições de habitabilidade das terras celestes, discutidas do ponto de vista da astronomia e da fisiologia / por Camille Flammarion, ... Flammarion, Camille (1842-1925)

ACESSE AQUI:

https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/bpt6k5650110j/f2.item.texteImage#

 

Camille Flammarion em seu observatório de Juvisy-sur-Orge (1880)

Imagem/fonte:

 https://pt.wikipedia.org/wiki/Camille_Flammarion#/media/File:Camille_Flammarion_at_the_eyepiece_of_his_9%C2%BD-inch_Bardou_refractor_at_his_Juvisy_observatory.jpg

Sessão espírita na casa de Camille Flammarion (França, 25-11-1898)

Imagem/fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Camille_Flammarion#/media/File:Eusapia-Palladino-levitation--table.jpg

 

Livro da Camille Flammarion:

L´Atmosphère: météorologie populaire

ACESSE AQUI:

https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/bpt6k408619m.texteImage

 

 

LIVRO ILUSTRADO COM 808 PÁGINAS


Torricelli que inventou o Barômetro

Ilustração do livro: L´Atmosphère: météorologie populaire de Camille Flammarion

Fonte: : https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/bpt6k408619m/f62.item.texteImage

Página: 57

Lavoisier analisando o ar atmosférico.

Ilustração do livro: L´Atmosphère: météorologie populaire de Camille Flammarion

Fonte: : https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/bpt6k408619m/f86.item.texteImage

Página: 80

Arco Íris. L´arc-en-ciel

Ilustração do livro: L´Atmosphère: météorologie populaire de Camille Flammarion

Fonte: https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/bpt6k408619m/f220.item.texteImage

página 212

 


Paisagem de verão.

Ilustração do livro: L´Atmosphère: météorologie populaire de Camille Flammarion

Fonte: https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/bpt6k408619m/f390.item.texteImage.zoom

Página 378


Paisagem de Inverno

 Ilustração do livro: L´Atmosphère: météorologie populaire de Camille Flammarion

Fonte: https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/bpt6k408619m/f419.item.texteImage.zoom

Página 406

O Ciclone.

Ilustração do livro: L´Atmosphère: météorologie populaire de Camille Flammarion

Fonte: https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/bpt6k408619m/f585.item.texteImage

Página 570

Universum: representação do Universo elaborada e usada pelo astrônomo na obra

“L’ atmosphère: météorologie populaire”. (Paris, 1888). Coloração de Heikenwaelder Hugo, Viena 1998)

Imagem/fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Camille_Flammarion#/media/File:Universum.jpg

Camille Flammarion

Imagem: https://pt.wikipedia.org/wiki/Camille_Flammarion

astrônomo francês Camille Flammarion (1842-1925), em pé, e o compositor francês Camille Saint-Saëns (1835-1921), sentado no estudo de Flammarion em 1921.

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Camille_Flammarion,_Camille_Saint-Sa%C3%ABns,_1921.jpg


**************


VEJA INFORMAÇÕES E IMAGENS DE CAMILLE FLAMMARION E SEU TRABALHO

https://www.erbzine.com/mag31/3197.html

  https://www.erbzine.com/mag31/3197a.html

 

**************

Observatoire Camille Flammarion à Juvisy-sur-Orge. Imagem/autor: Deletere

Copiado de: https://fr.wikipedia.org/wiki/Juvisy-sur-Orge

 

 

Juvisy-sur-Orge ( pronuncia-se [  ʒ ʁ ɔ ʁ ʒ ]  ; ouça ) é uma comuna francesa localizada nas margens do Sena, dezenove quilômetros a sudeste de Paris, no departamento de o Essonne na região Île-de-France . Faz parte do cantão de Athis-Mons e da Metrópole da Grande Paris .

Leia mais:

https://fr.wikipedia.org/wiki/Juvisy-sur-Orge

Margem do Sena com barcos em JuvisyFrança.

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Juvisy_-_Bords_de_Seine.jpg

 

Jornal L´Echo de Paris do dia 05-06-1925 de Paris  anuncia a morte de Camille Flammarion ocorrida em 03-06-1925.

Fonte: https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/bpt6k811819c.item

Funeral de Camille Flammarion (26-02-1842 / 03-06-1925)

6/6/25, observatório Juvisy, funeral de Camille Flammarion: [foto da imprensa] / [Agence Rol]

Imagem/fonte: https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/btv1b53147823b.item

A Adoração dos Pastores. Pintura de Andrea Mantegna

Imagem/fonte: https://www.metmuseum.org/art/collection/search/436966

Bodas em Caná. Óleo sobre tela de Jacopo Tintoretto.

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Jacopo_Tintoretto_-_Marriage_at_Cana_-_WGA22470.jpg

Jesus curando o  cego.  Óleo sobre painel de El Greco.

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:La_curacion_del_ciego_El_Greco_Dresde.jpg

Os fariseus e os saduceus buscam tentar Jesus. Aquarela por James Tissot.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Brooklyn_Museum_-_The_Pharisees_and_the_Saduccees_Come_to_Tempt_Jesus_(Les_pharisiens_et_les_saduc%C3%A9ens_viennent_pour_tenter_J%C3%A9sus)_-_James_Tissot_-_overall.jpg

 

Jesus curando o servo de um centurião. Pintura de Paolo Veronese.

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:JesusHealingCenturionServant.jpg

Madalena lavando os pés de Jesus. Óleo em painel de Frans Francken o Jovem

https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Francken-simon-Rennes.jpg 

A Última Ceia com a cena de Jesus lavando os pés dos apóstolos. Grupo em terracota

de tamanho natural. Igreja do Santo Sepulcro, Milão, Itália. Foto Ismael Gobbo

A agonia no jardim de Getsêmani. Têmpera no painel de Andrea Mantegna.

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Andrea_Mantegna_036.jpg

Jesus orando no jardim depois da Última Ceia , enquanto os discípulos dormem e Judas lidera a multidão, por Andrea Mantegna

O beijo de Judas. Aquarela de James Tissot.

Imagem/fonte:

https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Brooklyn_Museum_-_The_Kiss_of_Judas_(Le_baiser_de_Judas)_-_James_Tissot.jpg

 

A prisão de Cristo. Óleo sobre tela de El Greco. Catedral de Toledo, Espanha.

Imagem/fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/El_Expolio

Galo. Foto Ismael Gobbo.

Tornou-lhe Jesus: Digo-te, Pedro, que não cantará hoje o galo antes que três vezes tenhas negado que me conheces. 

 Lucas 22:34

 

A negação de Pedro. Óleo sobre tela de Rembrandt.

Imagem/fonte: http://ismaelgobbo.blogspot.com/2017/07/noticias-do-movimento-espirita-15-07.html

 

São Pedro em lágrima. Óleo sobre tela de Bartolomé Esteban Murillo.

Imagem/fonte:

https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Bartolom%C3%A9_Esteban_Murillo_-_Saint_Peter_in_Tears_-_Google_Art_Project.jpg

A história da cruz. Óleo sobre tela montado em painel de  Albert Pinkham Ryder

Imagem/fonte:

https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Albert_Pinkham_Ryder_-_The_Story_of_the_Cross_-_Google_Art_Project.jpg

Ressurreição. Óleo sobre tela de Albert Pinkham Ryder

Imagem/fonte: https://ca.wikipedia.org/wiki/Fitxer:Albert_Pinkham_Ryder_-_Resurrection_-_Google_Art_Project.jpg

A incredulidade de Tomé. Óleo sobre tela de Hendrick Jansz  Brugghen

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Hendrick_ter_Brugghen_-_The_Incredulity_of_Saint_Thomas_-_WGA22166.jpg

A porta estreita.

Imagem/fonte: https://www.wikigallery.org/wiki/painting_69005/Cornelis-de-Bie/The-Narrow-Gate-to-Heaven-and-the-Wide-Gate-to-Hell

A visita do médico. Óleo no painel de  Jan Steen

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:JanSteen-Doctor%27sVisit(1658-1662).jpg

No Estúdio. Óleo sobre tela de Marie Bashkirtseff

Imagem/fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/File:Bashkirtseff_-_In_the_Studio.jpg

Cristo curando o paralítico em Cafarnaum por Bernhard Rode 1780.

Imagem/fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/Healing_the_paralytic_at_Capernaum

Uma abelha recolhendo pólen.

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Bee_Collecting_Pollen_2004-08-14.jpg

O Bom Samaritano. Óleo sobre tela de Vincent van Gogh

Imagem/fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Van_Gogh_-_Der_barmherzige_Samariter.jpeg