BLOG DE NOTÍCIAS DO MOVIMENTO ESPÍRITA.....ARAÇATUBA- SP

Atenção

"AS AFIRMAÇÕES, INFORMAÇÕES E PARECERES PUBLICADOS NESTE BLOG SÃO DE RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DE QUEM OS ELABOROU, ASSINA E OS REMETEU PARA PUBLICAÇÃO. FICA A CRITÉRIO DO RESPONSAVEL PELO BLOG A PUBLICAÇÃO OU NÃO DAS MATÉRIAS, COMENTÁRIOS OU INFORMAÇÕES ENCAMINHADOS."

segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

NOTICIAS DO MOVIMENTO ESPÍRITA. 22-01-2019.

CLICAR AQUI:
http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/JANEIRO/22-01-2019.htm

Uma visão de Paris da Pont Neuf. 1763. Óleo sobre tela de Jean-Baptiste Raguenet.
Imagem/fonte:
O rio Sena e Catedral Notre Dame. Paris, França. Foto Ismael Gobbo.
Um quarto no Hôtel Dieu em Paris por volta de 1500. À direita, as irmãs servem refeições aos doentes. À esquerda, no primeiro plano, duas irmãs cosem as mortalhas dos mortos, diante do leito de moribundos, onde um padre administra os últimos sacramentos.
Antigo Hotel Dieu de Paris. Entre 1865 e 1868.
Imagem/fonte:




Hôtel-Dieu de Paris ( pronunciação francesa: [otɛl Djo də paʁi] ), fundada por São Landry em 651 AD é o mais antigo hospital na cidade de Paris , França , e é o mais central da Assistance Publique - Hôpitaux de Paris Hospitais (AP-HP). O hospital está associado à Faculté de Médecine Paris-Descartes . Ele ainda reside na margem da Île de la Cité , ao lado de Notre-Dame , ligado ao "Rive Gauche" pelo Pont au Double. Embora a instalação tenha sido devastada por incêndios desastrosos em várias ocasiões (a arquitetura atual remonta a 1877), os dois edifícios da instalação foram originalmente construídos nos séculos VII e XVII. Foi construído como um símbolo de caridade e hospitalidade . Foi o único hospital em Paris até o Renascimento .

O Hotel-Dieu em Paris em julho e agosto de 1830. História do que aconteceu.
Tobias e o anjo. Têmpera de ovo em madeira de álamo de Andrea Verrocchio.
Alfred de Musset. Litografia por Gavarni (1804-1866)

Alfred Louis Charles de Musset (Paris11 de Dezembro de 1810 — Paris, 2 de Maio de 1857) foi um poetanovelista e dramaturgofrancês do século XIX, um dos expoentes mais conhecidos do período literário conhecido como o Romantismo. Diz-se que ele foi "o mais clássico dos românticos e o mais romântico dos clássicos". O seu estilo influenciou profundamente a literatura europeia, tendo surgido múltiplos seguidores, entre os quais se conta o poeta português Fausto Guedes Teixeira, o expoente máximo do neo-romantismo na poesia lusófona.

Túmulo de Alfred de Musset no Cemitério Père Lachaise. Paris, França. Foto Ismael Gobbo.


O cemitério Père-Lachaise é referência turística, ao lado de outros grandes cemitérios de Paris, como Montparnasse e Montmartre.  Todavia, nenhum deles tem a fama do Père Lachaise, onde estão sepultadas personalidades famosas, expoentes das ciências, filosofia, religião, política, pintura, escultura, cinema, teatro, literatura, etc.
Os que visitam Paris, a capital mundial do turismo,  têm no famoso cemitério um grande desafio: o de tentar localizar o maior número possível de notáveis que constam no mapa do cemitério, entre elas as de Alfred de Musset, Auguste Comte, Camille Pissarro, Edith Piaf, Claude Bernard, Maria Callas, Oscar Wilde, Théodore Géricault, Frédéric Chopin, Vivant Denon,  Gay Lussac, Samuel Hahnemann, Honoré de  Balzac, Jean-François Champollion, Jim Morrison, Louis Viscont, Vincenzo  Bellini, Luigi Cherubini, Gustave Doré, Molière, La Fontaine, Marcel Proust, Sarah Bernhardt, Simone Signoret, Georges Bizet,  Amedeo Modigliani,  e dezenas e dezenas de outros vultos de destaque. (Ismael Gobbo)
 Gérard de Nerval.

Gérard de Nerval (Paris, 22 de Maio de 1808 - 25 de Janeiro de 1855) foi um escritor do século XIX. É um dos autores mais importantes da literatura francesa.
François Fénelon *. Óleo sobre tela por Joseph Vivien.



François Fénelon, pseudônimo de François de Salignac de La Mothe-Fénelon (6 de agosto de 1651 - 7 de janeiro de 1715), também conhecido como ''o Cisne de Cambrai'', foi um teólogo católicopoeta e escritor francês, cujas ideias liberais sobre política e educação, esbarravam contra o "statu quo" da Igreja e do Estado dessa época. Pertenceu à Academia Francesa de Letras. (Wikipedia)


 O espírito Fénelon participou da obra da Codificação do Espiritismo através de mensagens que constam das obras básicas,
dentre elas “O Evangelho Segundo o Espiritismo”, assinado por Allan Kardec.
O retorno do filho pródigo. Óleo sobre tela de Guercino
Jesus e a mulher adúltera. Estátua em mármore de Rodolfo Bernardelli (1884).
Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro, Brasil. Foto Ismael Gobbo
Melancolia. óleo , pastel e lápis sobre tela de Edvard Munch. 1891.
Luz e Cor (Teoria de Goethe)- A Manhã após o Dilúvio. Moisés Escrevendo o Livro de Gênesis. Pintura de JMW Turner.


LEIA SOBRE A TEORIA DAS CORES AQUI:

Crisálida (Pupa) de uma Borboleta Corvo Comum (núcleo Euploea. Ilustra a origem grega do termo: χρυσός (chrysós) para Ouro. Tirada em Tirunelveli, Tamil Nadu, Índia.
Imagem/fonte:
Corvo comum ( core core Euploea ), Kumarakom, Kerala, Índia
Carga das canoas. Óleo sobre tela de Oscar Pereira da Silva. Museu Paulista- USP.
Exposto no Museu Republicano em Itú, SP. Foto Ismael Gobbo.
DSC00462
Placa no túmulo de Batuíra no Cemitério da Consolação em São Paulo, Brasil. Foto Ismael Gobbo

domingo, 20 de janeiro de 2019

NOTICIAS DO MOVIMENTO ESPIRITA. 21-01-2019.

CLICAR AQUI:
http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/JANEIRO/21-01-2019.htm

Erasto de Paneas.

Erasto (em grego : Ἔραστος , Erastos ), também conhecido como Erasto de Paneas , é uma pessoa no Novo Testamento . De acordo com a Epístola aos Romanos , Erasto era um administrador (em grego : οἰκονόμος , oikonomos ) em Corinto , um cargo político de alto status cívico. A palavra é definida como "o gerente do domicílio ou dos assuntos domésticos" ou, nesse contexto, "tesoureiro"; [1] A versão King James usa a tradução "chamberlain", enquanto a New International Versionusa "diretor de obras públicas". Uma pessoa chamada Erasto também é mencionada em 2 Timóteo e Atos , e essas menções são geralmente usadas para se referir à mesma pessoa.
De acordo com a tradição da Igreja Ortodoxa , Erasto está contado entre os Setenta Discípulos . Ele serviu como diácono e mordomo da Igreja em Jerusalém e depois de Paneas na Palestina. A Igreja lembra-se de São Erasto em 4 de janeiro entre os Setenta e em 10 de novembro.
Wikipédia
Corinto com “Acrocorinto" de Carl Anton Joseph Rottmann , 1847
Ruinas arqueológicas com o Acrocorinto ao fundo. Corinto, Grécia. Foto Ismael Gobbo
Pedra com a inscrição Erasto

. Teatro de Corinto.
São Mateus e o anjo.  Óleo sobre tela por Girolamo Savoldo.
Ilustração com o espírito Emmanuel e o médium Chico Xavier
O médium-exemplo, Chico Xavier,  psicografando em Pedro Leopoldo, MG.
Acervo de Jhon Harley M. Marques. Pedro Leopoldo, MG
Michelangelo. Óleo no painel por Daniele da Volterra.
Jesus morto nos braços de sua mãe,  Maria. Estatua  Pietá de Michelangelo. Basílica de São Pedro, Vaticano.
 Foto Ismael Gobbo
Carlos, a presidente Regina e Daniel. Fraternidade Espírita Gina. São Paulo. Retomada dos trabalhos após o recesso de final de ano. Foto Ismael Gobbo.
Júlia Nezu no Fraternidade Espírita Gina. Foto Ismael Gobbo.
Caminhante sobre o mar de névoa. Óleo sobre tela de Caspar David Friedrich 
O Jardim do Éden. Pintura de Thomas Cole.
A
Ilustração artística retratando Allan Kardec e sua esposa Amelie Gabrielle Boudet.
Do acervo do CEI-Conselho Espírita Internacional. Apresentada em 2004 no Congresso Espírita Mundial
TheHistoryOfSpiritualism2-02
Eusápia Paladino

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

NOTICIAS DO MOVIMENTO ESPÍRITA. 19-01-2019.

CLICAR  AQUI:
Perspectiva ocidental de Gloucester. Por volta de 1725.
A impressão de um artista de uma pessoa-sombra como uma entidade paranormal.
(descrição original) Minha impressão de uma pessoa sombra. Eu sou o artista
A viagem da vida. Infância. Óleo sobre tela por Thomas Cole.
Imagem/fonte:
Tabela de Champollion contendo os sinais fonéticos em grafia Hieróglifa e Demótica na carta a Dacier.


Sobre Champollion e os Hieróglifos acesse aqui:
Cena de Psicostasia ou “Pesagem da Alma”.  Papiro egípcio retratando o julgamento no além túmulo.
Museu do Louvre, Paris, França. Foto Ismael Gobbo
O Consolador. Pintura de Carl Bloch
Cristo curando a sogra de Pedro. Óleo sobre tela de John Bridges.
Imagem/fonte:


São Paulo na casa de Áquila e Prisca.
 São Paulo está hospedado na casa de Áquila e sua esposa Priscila, a família está fazendo tendas
 e São Paulo está escrevendo. Gravura por J. Sadeler após Jodocus Winghe.
Fonte:
Estátua do apóstolo Paulo na Catedral da Sé. São Paulo, Brasil. Foto Ismael Gobbo.
A pregação de São Paulo em Efésus. Óleo sobre tela de Eustache Le Sueur.
Uma rua calçada em mármore na antiga Éfeso. Turquia. Foto Ismael Gobbo
Dr. Silvino Canuto Abreu
Assista o vídeo
Cartas de Kardec.
Acervo de Dr. Canuto Abreu

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

NOTICIAS DO MOVIMENTO ESPIRITA. 18-01-2019.

CLICAR AQUI:
http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/JANEIRO/18-01-2019.htm

As irmãs Fox: Margaret, Kate e Liah


As Irmãs Fox foram três mulheres que, nos Estados Unidos da América tiveram um importante papel na gênese do Moderno EspiritualismoOcidental. As irmãs eram Katherine "Kate" Fox (18371892), Leah Fox (18141890) e Margaret "Maggie" Fox (18331893). [1] As irmãs fizeram sucesso por muitos anos como médiuns que diziam possibilitar espíritos a se manifestarem por batidas (tiptologia). Em 1888 Margaret alegou que as batidas eram uma farsa e no ano seguinte se retratou de tal alegação, dizendo que na verdade eram manifestações mediúnicas mesmo.[2][3] Este quadro de "confissão" seguido de retratação tem fornecido argumentos para os espiritualistas e materialistas defenderem suas posições sobre o caso, de modo que a controvérsia nunca termina.[4]
Ilustração alusiva a uma sessão mediúnica familiar na capa de uma partitura de música (Boston, 1853). *
Imagem/fonte: 

Ilustração de 1853, quatro anos antes do surgimento de O Livro dos Espíritos.
Página do Spiritual Telegraph datado de 11 de junho de 1853.
Cristo abençoando as crianças. Óleo sobre tela por Nicolaes Maes.
Imagem/fonte: 
Órfãos. Óleo sobre tela por Thomas Benjamin Kennington.
Imagem/fonte: 
O Sermão da Montanha. Pintura a óleo em cobre por Carl Bloch.