BLOG DE NOTÍCIAS DO MOVIMENTO ESPÍRITA.....ARAÇATUBA- SP

Atenção

"AS AFIRMAÇÕES, INFORMAÇÕES E PARECERES PUBLICADOS NESTE BLOG SÃO DE RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DE QUEM OS ELABOROU, ASSINA E OS REMETEU PARA PUBLICAÇÃO. FICA A CRITÉRIO DO RESPONSAVEL PELO BLOG A PUBLICAÇÃO OU NÃO DAS MATÉRIAS, COMENTÁRIOS OU INFORMAÇÕES ENCAMINHADOS."

terça-feira, 21 de setembro de 2021

BOLETIM DIÁRIO DE NOTÍCIAS DO MOVIMENTO ESPÍRITA. 22-09-2021.

CLICAR AQUI:

https://www.noticiasespiritas.com.br/2021/SETEMBRO/22-09-2021.htm

Inferno (Divina Comédia). Dante perdido na Selva, Canto 1

Dante se encontra perdido em um bosque sombrio, do Canto 1 da Divina Comédia , ilustrado por Paul Gustave Doré (1832-1883). A imagem é de uma edição de 1861 do Inferno de Dante , a primeira parte do poema. A legenda diz "'No meio do caminho desta nossa vida mortal, eu me encontrei em uma floresta sombria, perdido' Canto 1 linhas 1,2 ." A edição de Doré pode ser lida online aqui (Project Gutenberg) e aqui (Archive.org).

Copiado de: https://pt.wikipedia.org/wiki/Inferno_(Divina_Com%C3%A9dia)


Ilustrações para a Divina Comédia de Dante, objeto 3 Butlin 812-2 Dante e Virgílio Penetrando na Floresta

Autor: William Blake.

Imagem/fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/The_Wood_of_the_Self-Murderers:_The_Harpies_and_the_Suicides



Setembro Amarelo. Fonte: https://www.febnet.org.br/portal/2021/09/01/setembro-amarelo-2/

 

 

O mês de setembro é dedicado mundialmente a um movimento de conscientização sobre o suicídio. O dia 10 deste mês é, oficialmente, o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, iniciativa da Associação Internacional para a Prevenção do Suicídio e da Organização Mundial de Saúde, com a finalidade de fazer com que países adotem estratégias de enfrentamento ao assunto. Assim, a Federação Espírita Brasileira irá distribuir por suas redes sociais mensagens de conscientização e reflexão sobre a vida. Todos poderão apoiar por meio do compartilhamento destas mensagens. Vamos juntos pela valorização da vida!

Leia aqui o livreto Em Defesa da Vida – Suicídio, não!, as mensagens contidas neste livreto transmitem amor, coragem e fé a todos os que, nos momentos difíceis da Vida, necessitam de apoio para o seu fortalecimento moral. 

 

Acesse o site Valorização da Vida! Acolhimento, reflexão e amizade! Venha conhecer este espaço feito especialmente para você!

https://www.febnet.org.br/portal/2021/09/01/setembro-amarelo-2/

                                                          *********

                                     CVV


O CVV – Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email e chat 24 horas todos os dias.

ACESSE O SITE DO CVV

https://www.cvv.org.br/ 

                                                     Luz e trevas. Foto Ismael Gobbo.
Um homem bebendo de uma garrafa de bebida alcoólica sentado em um calçadão, ca. 1905–1914. Foto do fotógrafo austríaco Emil. Imagem/fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/Alcoholism

“O progresso do bêbado”, 1846, demonstrando como o alcoolismo pode levar à pobreza, ao crime e,

eventualmente, ao suicído. https://en.wikipedia.org/wiki/Suicide#/media/File:The_Drunkard%27s_Progress_1846.jpg

Um pôster francês de temperança da Union des Françaises contre l'Alcool (isso se traduz como "União das Mulheres Francesas Contra o Álcool"). O pôster diz "Ah! Quand supprimera-t'on l'alcool?", Que se traduz como "Ah! Quando

 iremos [a nação] abolir o álcool?".   Artista: Chavannaz, B

Copiado de: https://en.wikipedia.org/wiki/Alcoholism

                                    Prevenção de infecções respiratórias. Foto: Ismael Gobbo

Focalizando o trabalhador espírita Nair Camargo

                    Nair Camargo. Trabalhadora espírita residente na cidade de São Paulo.
                                              ACESSE NO LINK:

https://www.noticiasespiritas.com.br/2021/SETEMBRO/22-09-2021.htm

                                                              ***********

Paixão dominante. Óleo sobre tela de John Everett Millais.

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:John_everett_millais_ruling_passion.jpg


Pescando. Óleo sobre tela por Almeida Júnior.

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Almeida_J%C3%BAnior_-_Pescando,_1894.jpg


O filho pródigo. Óleo sobre tela de Gerard van Honthorst

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Gerard_van_Honthorst_004.jpg

 

Cura do leproso. Óleo sobre tela de Niels Larsen Stevns 

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Niels_Larsen_Stevns-_Spedalske.jpg

                          Não saiba a mão esquerda o que dá a direita. Foto: Ismael Gobbo

Caridade aliviando aflições. Quadro de Thomas Gainsborough

Imagem/fonte:  https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Charity_relieving_Distress.jpg

Cristo e o jovem rico. 1889. Pintura de Heinrich  Hoffman.

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Hoffman-ChristAndTheRichYoungRuler.jpg

                                                               ********

Biografia: Cairbar Schutel 22-09-1868 / 30-01-1938

A vida de Cairbar

Cairbar Schutel

Foto “O Clarim”, Matão, SP 

LEIA NO LINK:

https://www.noticiasespiritas.com.br/2021/SETEMBRO/22-09-2021.htm




segunda-feira, 20 de setembro de 2021

Focalizando o trabalhador espírita Nair Camargo

  

Entrevista para o Blog

de Ismael Gobbo

 

Nair, pode nos fazer sua apresentação?

 

Sou Nair Silva da Costa Freitas. Por ter trabalhos anteriores ao casamento, assino Nair Camargo, nome de solteira. Nasci em Araçatuba, estado de São Paulo, filha de Lázaro Silva  e de  Iolanda Camargo Silva. Tive seis irmãos: Aparecida Silva e Teodoro, Valter Silva (desencarnado), Édson Silva, Nelson Camargo Silva, Rui Barbosa da Silva e Magali Camargo da Silva Fuzetti. Casei-me em 1.967 com Edmur da Costa Freitas e tive dois filhos: Vânia Claudia Camargo Freitas e Fernando Camargo Freitas, e quatro netos: Kauê Camargo Freitas Chieregatti, Éric Camargo  Quieregatti, Gabriel de Almeida Freitas e Lívia de Almeida Freitas.

 

Qual sua formação acadêmica e atividade profissional?

Formei-me como professora primária (segundo grau) e trabalhei como funcionária pública.

 

 Como conheceu o Espiritismo e desde quando o frequenta?

 

O hábito da leitura no seio da família levou-me desde a infância, após a alfabetização,  a buscar os livros da minha avó materna, Olivia Correia de Camargo, que eram espíritas. Meu primeiro livro foi  “A Vingança do Judeu”  do espírito Rochester, quando tinha entre  8 e 9 anos de idade.

Como funcionária pública tive contato com o querido amigo Arlindo Módena, a partir mais ou menos de 1.980.  Ele era nosso chefe, na Região Fiscal do IAPAS Araçatuba – SP,  o que nos proporcionou a oportunidade de estabelecermos profundo respeito e amizade, tendo como resultado de nossas conversas sobre a Doutrina dos Espíritos, o entendimento e o consolo para a nossa alma insatisfeita com as respostas dadas pela religião a qual estava vinculada, reforçando os parcos conceitos adquiridos coma leitura dos livros da  querida avó Olívia.

A partir do ano de 1.986 iniciei-me nos estudos da Doutrina dos Espíritos na Aliança Espírita Varas da Videira, localizada a rua Bernardino de Campos em Araçatuba - SP e, a partir de então, a consciência impeliu-me a aprofundar-me nesses estudos.

 

 Poderia nos descrever a sua participação no movimento espírita?

Na Aliança Varas da Videira  fiz apenas um curso e, como eu almejava dar continuidade ao estudo espírita, o que não foi possível, por não haver outro que eu pudesse participar, fui ficando ainda alguns meses estudando  através do livro Espírita, ouvindo palestras e beneficiando-me da fluidoterapia,   oferecida ao público.

Logo em seguida nos transferimos, com a família, para a cidade de São Paulo, onde a partir 1985, passamos a frequentar o "Núcleo Assistencial Bezerra de Menezes", localizado na rua Pelotas, Vila Mariana e posteriormente rua Prefeito Fábio Prado número 15, também Vila Mariana, onde pude dar continuidade aos estudos doutrinários, iniciando-me nas tarefas indicadas pelos amigos encarnados e desencarnados.

No ano de 1.991 cooperamos com amigos e companheiros de tarefas na Casa de Bezerra, na fundação do “Núcleo Espírita O Semeador” em Santo André, onde permaneço até hoje.

 

Dentre todas as atividades que desenvolveu quais as que mais te sensibilizaram?

O amor e o respeito que tenho pela Doutrina dos Espíritos dão uma dimensão muito grande a  tudo que a ela se refere, contudo não consigo ver a Doutrina sem o ESTUDO, sem o TRABALHO MEDIÚNICO, sem as PALESTRAS esclarecedoras, sem a EVANGELIZAÇÃO INFANTIL  e JUVENIL, sem o TRABALHO ASSISTENCIAL, sem a DIVULGAÇÃO DOUTRINÁRIA, TRABALHO DE CURA, A IMPLANTAÇÃO DO ESTUDO DO EVANGELHO NO LAR, entre muitas outras atividades.

A DOUTRINA ESPÍRITA nos sensibiliza como um todo. A TERCEIRA REVELAÇÃO,  pelo trabalho impar do mestre Allan Kardec, é a mais elevada filosofia de vida  que a Paternidade Divina  oferece a nós, seus filhos.

Quanto as que mais me sensibilizaram, pelo grande aprendizado que pude usufruir, posso citar duas tarefas:

 - Área assistencial:

No Núcleo Assistencial Bezerra de Menezes, tive a oportunidade de ter contato com nossos irmãos hansenianos da Grande São Paulo e de várias antigas colônias de São Paulo, Minas Gerais e Goiás, com visitas programadas, assistência material entre outras. Foram anos de muita riqueza espiritual e grande aprendizado.

Em São Paulo, ainda pudemos visitar e trabalhar com os doentes do

a-       Antigo  ASYLO SANTO ÂNGELO, entre os municípios  Mogi das Cruzes e Suzano

b-      Antigo Asilo de Pirapitingui no município de Itú, onde esteve internado até a sua desencarnação em 1.947,  o querido espírito Jésus Gonçalves, poeta e músico de Borebi- SP,  perto de Bauru,  grande trabalhador do Cristo. Vale a pena conhecer sua vida exemplar para nós outros.

Em Minas Gerais:

a-      Colônia de Santa Isabel na cidade de Betim.

b-      Colonia Padre Damião na cidade de Ubá.

Estado de Goiás:

a-      Colônia Santa Marta nas imediações de Goiânia.

II- Área da cura

- a outra tarefa extremamente gratificante, exercida nas duas Casas, Bezerra e Semeador, é ligada à Pomada Vovô Pedro, pelos muitos contatos com irmãos dela necessitados, entre outras muito gratas ao meu coração.

III- Trabalhos mediúnicos

a-      Área da cura ( N. Ass. Bezerra de Menezes)

b-      Área mediúnica – desobsessão

IV- Área de Estudos Doutrinário

 

Poderia enumerar as pessoas espíritas com as quais você teve mais proximidade?

Além dos companheiros de tarefa, pouco contato com tive com personalidades espíritas, pela falta de tempo, a não ser aquelas que proferiam palestras em nossa casa, ou por força de trabalhos.

 

 Dentre elas quais as que mais te influenciaram?

Foram os amigos muito queridos, entre eles, Arlindo Módena, João Nunes Maia, Geraldo Beletti Brito, com grande destaque para João Nunes Maia.

 

 Nair, poderia nos falar sobre como iniciou a sua atuação como artista de pintura?

 

Iniciei ainda criança, sendo as telas em óleo aos 9 anos  e posteriormente , já adulta,  o pastel seco, porém não me considero uma artista, mas alguém que ama as artes  em geral, principalmente a música além da pintura,  por terem o grande papel de sensibilizar as almas humanas, buscando no árduo trabalho e exercício, através da arte, aprendendo a ver e ouvir.

 

 São obras de atuação pessoal?

Não sei exatamente o que você quer dizer. Para mim são todas de cunho pessoal, porque não possuo a mediunidade da psicopictografia. Os espíritos não tomam minhas mãos ou qualquer centro de força.  Diferencio dois tipos de trabalho. Um deles, eu gosto de pintar o que meus olhos físicos veêm, e outro são as percepções espirituais/mentais. Nestes, eu dependo daquilo que os espíritos  mostram  e as vezes falam aos ouvidos físicos ou não. Alguns desses trabalhos nada vejo, mas a medida que desenho, vêm à mente os detalhes a serem realizados. Outras vezes, a percepção fica tão impregnada na mente, que posso desenhá-la dias depois, já que continua viva na memória.  A essas percepções, que variam muito, eu dou o nome de trabalhos intuitivos. Eu não saberia classificá-las de outra forma.

 

 Alguma seria de atuação psicopictografia?

Claro que tem uma ajuda espiritual quando estes amigos fazem uma projeção mental, às vezes captadas conscientemente, outras vezes inconscientemente, mas nunca nos moldes dos trabalhos psicopictográficos que eu conheço.  Quanto à pintura em si mesma, eu estudei técnicas durante um ano, com Ana Cortazzio, após minha vinda para São Paulo e dois meses com Doroti Gimenez, o que muito nos ajuda na realização da tarefa.

 

 A que Casa Espírita está vinculada presentemente e quais as atividades que nela desenvolve?

Ao mudar-me para São Paulo, vinculei-me ao Núcleo Assistencial Bezerra de Menezes, localizado à rua Pelotas e posteriormente em sua sede própria, também na Vila Mariana, rua Prefeito Fábio Prado, número 15.

Peço desculpas, mas sou uma trabalhadora comum e exerço as tarefas que se fazem necessárias a uma Casa Espírita. E como toda Casa Espírita, a falta de tarefeiros nos levou automaticamente ao exercício de várias tarefas na instituição, desde a produção da sopa fraterna, grupos de estudos, a tarefa da fluidoterapia, trabalho mediúnico, separação do material doado à casa, bazar,  responsabilidade na produção e distribuição da Pomada Vovô Pedro, e outras.

 

 Algo mais que queira acrescentar?

Nada mais tenho a acrescentar, a não ser reafirmar minha imensurável gratidão a Jesus pela oportunidade ímpar do trabalho, do conhecimento, do estudo e, principalmente, da luta íntima na prática da DOUTRINA DOS ESPÍRITOS, a grande esperança da nossa humanidade, tão carente de valores da alma e com a certeza de um mundo melhor que se aproxima.

Que Ele, Nosso Senhor Jesus, o Cristo de Deus, abençoe a todos na árdua tarefa em busca de nossa melhoria, isto é, seres mais conectados com o amor.

 

 

(Entrevista concedida a Ismael Gobbo para o Blog e Boletim Diário de Notícias do Movimento Espírita)




                       Nair Camargo. Trabalhadora espírita residente na cidade de São Paulo.


Arlindo Mathias Módena (01-07-1930 / 30-07-1995).  A partir de 1974  Sr. Arlindo assumiu a presidência da

Aliança Espírita Varas da Videira até sua desencarnação. Foto do arquivo de Ismael Gobbo.



João Nunes Maia e Chico Xavier

Imagem/fonte: http://m.dinamica-espirita.webnode.com/vultos-do-espiritismo/j/jo%C3%A3o-nunes-maia-/



Pomada Vovô Pedro

Imagem/fonte:

https://www.google.com/search?q=pomada+vovo+pedro&rlz=1C1CHBD_pt-PTBR844BR844&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwj-78C1lr7jAhVcHrkGHZt6DGsQ_AUIEigC&biw=1366&bih=625

 


Dr. Bezerra de Menezes. Óleo sobre tela de Nair Camargo. Foto: Ismael Gobbo


Allan Kardec. Óleo sobre tela de Nair Camargo. Foto: Ismael Gobbo

Pintura em homenagem a Donas Benedita Fernandes vista como símbolo da mãe de coração

dos deserdados. Óleo sobre tela de Nair Camargo. São Paulo, SP. Foto Ismael Gobbo


                   Francisco de Assis. Obra da artista Nair Camargo. São Paulo. Foto Ismael Gobbo

Miramez identificado por João Nunes Mais.

Óleo sobre tela de Nair Camargo. São Paulo. Foto do arquivo pessoal


BOLETIM DIÁRIO DE NOTÍCIAS DO MOVIMENTO ESPÍRITA. 20-09-2021.

CLICAR AQUI:

https://www.noticiasespiritas.com.br/2021/SETEMBRO/21-09-2021.htm


O Golfo de Marselha visto de L´Estaque. Óleo sobre tela de Paul Cézanne.

Imagem/fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/Marseille

 

Marseille ( / m ɑr s eɪ / mar- SAY , também escrito em Inglês como Marselha ; francês:  [maʁsɛj] ouvir )Sobre este som , localmente  [maχsɛjə] ouvir )Sobre este som ; Occitan : Marselha [maʀˈsejɔ, -ˈsijɔ] ) é a prefeitura do departamento de Bouches-du-Rhône e região de Provence-Alpes-Côte d'Azur na França . Ele está localizado na costa do Mediterrâneo, perto da foz do Ródano . Marselha é a segunda maior cidade da França, cobrindo uma área de 241 km 2 (93 sq mi) e tinha uma população de 870.018 em 2016. [4] Sua área metropolitana , que se estende por 3.174 km 2 (1.225 sq mi) é o terceiro maior na França, depois dos de Paris e Lyon, com uma população de 1.760.653 em 2017, [3] ou 3.100.329 (2019) pela definição mais ampla de região metropolitana do Eurostat . [5]

Leia mais: https://en.wikipedia.org/wiki/Marseille


Dante, guiado por Virgílio, oferece consolação às almas dos invejosos. Óleo sobre tela por Hippolyte Flandrin.

Imagem/fonte:

 https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Hippolyte_Flandrin_-_Le_Dante,_conduit_par_Virgile,_offre_des_consolations_aux_%C3%A2mes_des_Envieux.jpg

 

Imagem do filme “Nosso Lar” cedidas por Wagner de Assis.


Página de O Livro dos Médiuns, edição de 1861. Autor: Allan Kardec

Fonte: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/f/ff/Le_Livre_des_M%C3%A9diums.jpg

 

Pedra que encima o dólmen de Allan Kardec no Cemitério Père Lachaise em Paris, França. Foto: Laura Emilia Michelin Gobbo

 

Dizeres: “Nascer, morrer, renascer ainda e progredir sem cessar, tal é a lei”


Moisés salvo das águas. Óleo sobre tela de Nicolas-Antoine Taunay. 1826.

Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro, Brasil. Foto Ismael Gobbo

Moisés e os Dez Mandamentos em óleo sobre tela de Rembrandt. Imagem/fonte: 

https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Rembrandt_-_Moses_with_the_Ten_Commandments_-_Google_Art_Project.jpg

 

 

 

O episódio da recepção dos Dez Mandamentos é sugestivo de uma escrita direta



As Bem-aventuranças. Aquarela de James Tissot.

Imagem/fonte: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/c/c8/TissotBeatitudes.JPG

Jesus Cristo entre dois ladrões. Óleo sobre madeira por Peter Paul Rubens.

Imagem/fonte:

 https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Peter_Paul_Rubens_-_Christ_on_the_Cross_between_the_Two_Thieves_-_WGA20235.jpg

 

A conversão de São  Paulo. Óleo sobre tela de Parmigianino. 1527.

Copiado de: https://en.wikipedia.org/wiki/The_Conversion_of_St_Paul_(Parmigianino)

 

Conversão do apóstolo Paulo

conversão do apóstolo Paulo, chamada também de conversão de são Paulo, é, de acordo com o Novo Testamento, um acontecimento na vida de Paulo de Tarso que o levou a deixar de perseguir os primeiros cristãos e tornar-se um seguidor de Jesus. É normalmente datado pelos pesquisadores para 33-36 d.C..[1][2][3] 

Leia mais:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Convers%C3%A3o_do_ap%C3%B3stolo_Paulo


Pregação de São Paulo em Éfeso. Óleo sobre tela por Eustache Le Sueur.

Imagem/fonte:

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/a/a3/Eustache_Le_Sueur_-_The_Preaching_of_St_Paul_at_Ephesus_-_WGA12613.jpg

 

Paisagem da antiga Éfesus, na Ásia Menor (Turquia), vista do teatro Greco-romano.

Foto Ismael Gobbo



Focalizando o trabalhador espírita Nair Camargo

clique no link acima 




Nair Camargo. Trabalhadora espírita residente na cidade de São Paulo.


Arlindo Mathias Módena (01-07-1930 / 30-07-1995).  A partir de 1974  Sr. Arlindo assumiu a presidência da

Aliança Espírita Varas da Videira até sua desencarnação. Foto do arquivo de Ismael Gobbo.


João Nunes Maia e Chico Xavier

Imagem/fonte: http://m.dinamica-espirita.webnode.com/vultos-do-espiritismo/j/jo%C3%A3o-nunes-maia-/

 


Pomada Vovô Pedro

Imagem/fonte:

https://www.google.com/search?q=pomada+vovo+pedro&rlz=1C1CHBD_pt-PTBR844BR844&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwj-78C1lr7jAhVcHrkGHZt6DGsQ_AUIEigC&biw=1366&bih=625

 

 

Dr. Bezerra de Menezes. Óleo sobre tela de Nair Camargo. Foto: Ismael Gobbo


Allan Kardec. Óleo sobre tela de Nair Camargo. Foto: Ismael Gobbo

Pintura em homenagem a Donas Benedita Fernandes vista como símbolo da mãe de coração

dos deserdados. Óleo sobre tela de Nair Camargo. São Paulo, SP. Foto Ismael Gobbo

 

Francisco de Assis. Obra da artista Nair Camargo. São Paulo. Foto Ismael Gobbo

Miramez identificado por João Nunes Mais.

Óleo sobre tela de Nair Camargo. São Paulo. Foto do arquivo pessoal



*****************


O Doutor. Pintura por Luke Fildes.

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:The_Doctor_by_Luke_Fildes.jpg


Pobreza e riqueza. Óleo sobre tela por William Powell Frith.

Imagem/fonte:

https://commons.wikimedia.org/wiki/File:William_Powell_Frith_-_Poverty_and_Wealth.JPG



A criança doente. Óleo sobre tela de Arturo Michelena.

Imagem/fonte: https://pt.wikibooks.org/wiki/Ficheiro:El_ni%C3%B1o_enfermo_1886_-_Arturo_Michelena.jpg

 


Criança doente. Óleo sobre tela de Oscar Wergeland

Imagem/fonte:

https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Oscar_A._Wergeland_-_The_sick_Child_-_NG.M.00717_-_National_Museum_of_Art,_Architecture_and_Design.jpg


"O Código De Honra - Um Duelo No Bois De Boulogne, Perto De Paris". Autor: G. Durand.

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:FrzDuellImBoisDeBoulogneDurand1874.jpg

 

Um duelo é um combate organizado entre duas pessoas, com armas combinadas, de acordo com as regras acordadas . Os duelos dessa forma eram praticados principalmente no início da Europa moderna, com precedentes no código medieval de cavalaria , e continuaram no período moderno (do século XIX ao início do século XX), especialmente entre os oficiais militares .

Durante os séculos XVII e XVIII (e anteriores), os duelos eram em sua maioria combatidos com espadas (o sabre e depois a espada pequena ), mas começando no final do século XVIII na Inglaterra , os duelos eram mais comumente travados com pistolas . Os duelos de esgrima e pistola continuaram a coexistir ao longo do século XIX.

Leia mais: https://en.wikipedia.org/wiki/Duel


UM DUELO INTERROMPIDO (c. 1868 Reino Unido) por MARCUS STONE RA (1840-1921)

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Interrupted_duel_marcus_stone_painting.jpg

Pedro decepa a orelha do soldado Malco. Obra de Aleijadinho, Congonhas, MG. Foto Ismael Gobbo

Disse, pois, Jesus a Pedro: Mete a tua espada na bainha; não hei de beber o cálice que o Pai me deu?”. João 18: 11

Caim e Abel. Óleo sobre tela de Josep Vergara.

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Josep_Vergara,_Ca%C3%AFm_i_Abel.jpg

Caim leva Abel à morte. Pintura por James Tissot.

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Cain_leadeth_abel_to_death_tissot.jpg

 

O criminoso “A mancha do crime”. Óleo sobre tela de Ramon Marti Alsina

Museu Nacional de Arte da Catalunha, Barcelona, Espanha. Foto Ismael Gobbo


Adolfo, bispo de Argel.

Imagem/fonte: https://textosespiritas.wordpress.com/2013/10/18/autores-da-revelacao-espirita-parte-6/

 

Antoine-Louis-Adolphe Dupuch

Órfão aos 11 anos, foi criado pelo tio. Estudou no Liautard Institute em Paris, depois Collège Stanislas. Após a formatura, estudou direito e, em 1820, em Bordeaux formou-se como um advogado. Em 1822 ele entrou para o seminário de Issy em Paris e em 1825 em Saint-Sulpice para os sacerdotes ordenados. Depois disso, atuou em diversas funções pastorais e caritativas na Arquidiocese de Bordeaux. Por seu serviço durante a epidemia de cólera de 1835, ele foi condecorado com a Cruz da Legião de Honra. Em 1836, fundou um orfanato.

Em 25 de Agosto de 1838 foi nomeado bispo de Argel. Em 31 de Dezembro, ele embarcou para a Argélia, a fim de assumir o controle da diocese de cerca de 20.000 a 60.000 soldados e colonos.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Antoine-Louis-Adolphe_Dupuch

 

Escultura em madeira entalhada de São Francisco Xavier

Passagem do século XVII para o XVIII. Exposta no Museu de Arte Sacra. Foto Ismael Gobbo.10/10/2014.

 

 

São Francisco Xavier, nascido Francisco de Jasso Azpilicueta Atondo y Aznáres (Xavier7 de abril de 1506 — Sanchoão3 de dezembro de 1552), foi um missionário católico do padroado português e apóstolo navarro (basco-navarro). Pioneiro e cofundador da Companhia de Jesus. A Igreja Católica Romana considera que tenha convertido mais pessoas ao Cristianismo do que qualquer outro missionário desde São Paulo, merecendo o epíteto de "Apóstolo do Oriente". Exerceu a sua actividade missionária no Oriente, especialmente na Índia Portuguesa e no Japão. É o padroeiro dos missionários, da Diocese de Registro (SP), também um dos padroeiros da Diocese de Macau e é compatrono de Navarra juntamente com São Firmino de Amiens.

Foi beatificado, com o nome Francisco de Xavier pelo Papa Paulo V a 25 de outubro de 1619 e canonizado pelo Papa Gregório XV a 12 de março de 1622, em simultâneo com Inácio de Loyola. Em 14 de dezembro de 1927 o Papa Pio XI proclamou Francisco Xavier, juntamente com Santa Teresinha do Menino Jesus, padroeiro universal das missões. O seu dia festivo é 3 de dezembro.

Leia mais:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Francisco_Xavier


Santo Agostinho (354- 430)  retratado em óleo sobre tela por  Philippe de Champaigne

Imagem/fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Agostinho_de_Hipona

 

 

Agostinho de Hipona (em latimAurelius Augustinus Hipponensis[2]), conhecido universalmente como Santo Agostinho, foi um dos mais importantes teólogos e filósofos nos primeiros séculos do cristianismo,[3] cujas obras foram muito influentes no desenvolvimento do cristianismo e filosofia ocidental. Ele era o bispo de Hipona, uma cidade na província romana da África. Escrevendo na era patrística, ele é amplamente considerado como sendo o mais importante dos Padres da Igreja no ocidente. Suas obras-primas são De Civitate Dei ("A Cidade de Deus") e "Confissões", ambas ainda muito estudadas atualmente.

Leia mais:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Agostinho_de_Hipona

 

Cairbar Schutel

Foto “O Clarim”, Matão, SP 

LEIA A BIOGRAFIA NO LINK ACIMA