BLOG DE NOTÍCIAS DO MOVIMENTO ESPÍRITA.....ARAÇATUBA- SP

Atenção

"AS AFIRMAÇÕES, INFORMAÇÕES E PARECERES PUBLICADOS NESTE BLOG SÃO DE RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DE QUEM OS ELABOROU, ASSINA E OS REMETEU PARA PUBLICAÇÃO. FICA A CRITÉRIO DO RESPONSAVEL PELO BLOG A PUBLICAÇÃO OU NÃO DAS MATÉRIAS, COMENTÁRIOS OU INFORMAÇÕES ENCAMINHADOS."

domingo, 11 de abril de 2021

BOLETIM DIÁRIO DE NOTÍCIAS DO MOVIMENTO ESPÍRITA. 12-04-2021.

CLICAR AQUI:

http://www.noticiasespiritas.com.br/2021/ABRIL/12-04-2021.htm

Página 1ª e recorte do artigo  sobre o “Partido Espírita”  do jornal La Liberté  de 18 de junho de 1868

assinado por Louis Liévin

Fonte: https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/bpt6k47412722/f1.item.zoom

 

No artigo da Revista Espírita de julho de 1868, “O Partido Espírita”, Allan Kardec

menciona e analisa o artigo do jornal La Liberté de 18 de junho de 1868 assinado

por Louis Liévin intitulado “O Partido Espírita”. (Ismael Gobbo)

Página 2ª   e recorte do artigo  sobre o “Partido Espírita”  do jornal La Liberté  de 18 de junho de 1868

assinado por Louis Liévin

Fonte: https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/bpt6k47412722/f2.item.zoom

 

No artigo da Revista Espírita de julho de 1868, “O Partido Espírita”, Allan Kardec

menciona e analisa o artigo do jornal La Liberté de 18 de junho de 1868 assinado

por Louis Liévin intitulado “O Partido Espírita”. (Ismael Gobbo)

Página 2ª do jornal Le Siécle de  18 de junho de 1868 com o  artigo  sobre o “Um novo partido”  assinado

por Anatole de la Forge . Veja na 2ª e 3ª coluna

Fonte: https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/bpt6k7312862/f2.item

 

No artigo da Revista Espírita de julho de 1868, “O Partido Espírita”, Allan Kardec

menciona e analisa o artigo do jornal Le Siécle de 18/06/1868 acima copiado.

intitulado “Um novo partido” de autoria de Anatole de la Forge. 

(Ismael Gobbo)

Quadro de Allan Kardec de grandes dimensões na Librairie et Editions LeymarieParis, França.

Fonte: https://www.facebook.com/librairieleymarie/photos/a.1799741960063337/1799746110062922/?type=3&theater

São Luis IX em óleo sobre tela por El Greco

Imagem/fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Saint_Louis_IX_by_El_Greco.jpg

 

 

 

Luis IX (25 de abril de 1214 - 25 de agosto de 1270), comumente conhecido como São Luís , era rei da França e é um santo católicoanglicano canonizado . Luís foi coroado em Reims aos 12 anos, após a morte de seu pai Luís VIII, o Leão , embora sua mãe, Blanche de Castela , governasse o reino até que ele atingisse a maturidade. Durante a infância de Luís, Blanche lidou com a oposição de vassalos rebeldes e pôs fim à Cruzada Albigense que havia começado 20 anos antes.

Quando adulto, Luís IX enfrentou conflitos recorrentes com alguns dos nobres mais poderosos, como Hugh X de Lusignan e Peter de Dreux . Simultaneamente, Henrique III da Inglaterra tentou restaurar suas posses continentais , mas foi derrotado na batalha de Taillebourg . Seu reinado viu a anexação de várias províncias, nomeadamente a Normandia , Maine e Provence .

Luís IX foi um reformador e desenvolveu a justiça real francesa, na qual o rei era o juiz supremo a quem qualquer um poderia apelar para pedir a emenda de um julgamento. Ele proibiu julgamentos por calvário , tentou impedir as guerras privadas que assolavam o país e introduziu a presunção de inocência em processos criminais. Para impor a aplicação desse novo sistema legal, Luís IX criou reitores e oficiais de justiça .

........................

................

..........

https://en.wikipedia.org/wiki/Louis_IX_of_France

Praça da Concórdia. Paris, França. Foto Ismael Gobbo.
Museu do Louvre. Paris, França. Foto: Laura Emília Michelin Gobbo.

Primeira foto de Chico Xavier publicada em reportagem de Clementino Alencar em 1/5/1935
Fonte: Notáveis reportagens com Chico Xavier, Ide, Araras, 2002

Francisco Cândido Xavier ladeado pelo repórter de O Globo, Clementino de Alencar

e seu irmão José Xavier no ano de 1935. Foto contida no livro Notáveis Reportagens com Chico Xavier, editada pelo IDE, Araras, SP

O ainda jovem médium espírita Francisco Cândido Xavier lendo mensagem recebida

no Centro Espírita Luiz Gonzaga em Pedro Leopoldo, MG. Foto publicada em “O Globo”

Chico Xavier “Médium exemplo” psicografando no programa Pinga Fogo

Acesse: https://www.youtube.com/watch?v=Pq4s8otVhFk 

Os órfãos.  Óleo sobre tela por Nikolaos Gyzis.

Imagem/fonte: https://fr.wikipedia.org/wiki/Fichier:Nikolaos_Gyzis_-_The_Orphans.jpg

A caridade. Óleo em painel de madeira de Jean-François Millet.

Imagem/fonte: https://fr.wikipedia.org/wiki/Fichier:Charit%C3%A9,_Millet.jpg

O Bom Samaritano. Óleo sobre tela de Jacob Jordaens.

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Jordaens_Podhorce.jpg


              

Milhem montado, em sua fazenda. É o segundo a partir da esquerda.

Imagem copiada do livro Obra de Vultos, volume 2.

Milhem montado, em sua fazenda. É o segundo a partir da esquerda.

Imagem copiada do livro Obra de Vultos, volume 2.

Milhem e dona Amélia na extrema direita.

A partir da esquerda: Salim Pedro, a esposa Silvia e o filho Pedro Augusto, Sérgio Paulo e Solange. 

Imagem copiada do livro Obra de Vultos, volume 1.



****************

Dr. Adolfo Bezerra de Menezes
29/08/1831 - 11/04/1900


Dr. Bezerra de Menezes com os filhos.

Imagem http://canteiroideias.blogspot.com.br/2013/01/os-filhos-de-bezerra-de-menezes.html


No Rio de Janeiro antigo os bondes eram puxados por burros.

Imagem: http://www.onibusparaibanos.com/2013/08/serie-historica-historia-do-transporte.html

Dr. Joaquim Carlos Travassos.

Tradutor das obras básicas do Espiritismo para o português, Joaquim Carlos Travassos presentou Dr. Bezerra de Menezes com um exemplar  de O Livro dos Espíritos. Bezerra  se tornaria um dos principais e mais conhecidos vultos do Espiritismo no Brasil.

Imagem/internet

Sede histórica da FEB. Rio de Janeiro. Foto Ismael Gobbo

Túmulo de Dr. Adolfo Bezerra de Menezes

Cemitério de São Francisco Xavier,  também conhecido como Cemitério do Caju.

Rio de Janeiro, Brasil. Foto Ismael Gobbo



sexta-feira, 9 de abril de 2021

BOLETIM DIÁRIO DE NOTÍCIAS DO MOVIMENTO ESPÍRITA. 10-04-2021.

CLICAR AQUI:

http://www.noticiasespiritas.com.br/2021/ABRIL/10-04-2021.htm

Tertuliano.

Imagem/fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Tertuliano

Tertuliano

Tertuliano (em latimQuintus Septimius Florens Tertullianusc. 160 — c. 220 (60 anos))[1] foi um prolífico autor das primeiras fases do Cristianismo, nascido em Cartago na província romana da África Proconsular.[2] Ele foi o primeiro autor cristão a produzir uma obra literária (corpus) em latim. Ele também foi um notável apologista cristão e um polemista contra a heresia.

Leia mais:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Tertuliano

Tártaros.

Imagem/fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Tart%C3%A1ria

Tártaria

A Tartária (em latimTataria, também conhecida como Grande Tartária (Tataria Magna)) era um nome utilizado por europeus desde a Idade Média até o século XX para designar uma grande extensão de território da Ásia Central e setentrional que se estendia do Mar Cáspio e das Montanhas Urais até o Oceano Pacífico, habitado pelos povos turcomanos e mongóis do Império Mongol, genericamente chamados de tártaros. O território conhecido por este nome abrange as regiões atuais da SibériaTurquestão (com exceção do Turquestão Oriental), Grande MongóliaManchúria e, por vezes, o Tibete.

Leia mais:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Tart%C3%A1ria

Capa de “A Gênese”  de Allan Kardec, edição de 1868..

Copiado de https://pt.wikipedia.org/wiki/A_G%C3%AAnese

 

 

A Gênese - Os Milagres e as Predições Segundo o Espiritismo (em língua francesa La Genèse, Les Miracles et les Prédictions Selon le Spiritisme), é um livro espírita francês. De autoria de Allan Kardec, foi publicado em Paris em 6 de janeiro de 1868. É uma das obras básicas do espiritismo.

Leia mais:

https://pt.wikipedia.org/wiki/A_G%C3%AAnese

A Gênese. Allan Kardec. FEB

Leia mais: https://www.febnet.org.br/wp-content/uploads/2012/07/A-genese_Guillon.pdf

A flagelação de Cristo. Óleo sobre tela de Guercino.

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Guercino_Flagellazione.jpg

Barrabás em pintura por James Tissot.

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Barabbas_(James_Tissot).jpg

 

Cristo caindo a caminho do calvário. Óleo sobre tela de Rafael.

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/c/cb/Christ_Falling_on_the_Way_to_Calvary_-_Raphael.jpg

Elevação da cruz. Pintura de Peter Paul Rubens.

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Peter_Paul_Ru

As Marias do Calvário. Óleo sobre tela de Giacomo Grosso. Museu de Arte Italiano. Lima, Peru. Foto Ismael Gobbo

Lamentação sobre o Cristo morto (ou Pietá). Óleo sobre tela de Jacopo Tintoretto.

Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand. São Paulo, Brasil. Foto Ismael Gobbo

José de Arimatéia por Pietro Perugino, um detalhe de sua lamentação sobre o Cristo morto. .

Imagem/fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/Joseph_of_Arimathea#/media/File:Pietro_Perugino_012.jpg


A  ressurreição de Cristo. Óleo sobre tela  de Paolo Veronese.

Imagem/fonte: https://de.wikipedia.org/wiki/Datei:Paolo_Veronese_-_The_Resurrection_of_Christ_-_WGA24817.jpg

Monte onde se situava o antigo  templo de Jerusalém. Ao fundo o Monte das Oliveiras. Foto Ismael Gobbo.
Mesquita de Omar ou Domo da Rocha no local onde outrora se situava o templo de Jerusalém. Israel.  Foto Ismael Gobbo

Cristo curando o Gioacchino Assereto

Óleo sobre tela de https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Gioacchino_Assereto_-_Christ_healing_the_blind_man.jpg

Cristo curando o paralítico na piscina de Betesda. Óleo sobre tela de Bartolomeo Esteban Murillo

Imagem/fonte: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Curacion_del_paralitico_Murillo_1670.jpg

Estudo para Jesus em Cafarnaum (1885). Óleo sobre tela de Rodolpho Amoêdo

Pinacoteca do Estado de São Paulo. São Paulo. Foto Ismael Gobbo

Jesus e a cura da mulher hemorrágica. Catacumba de Marcelino e Pedro. Roma, Itália

Imagem: http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/6/61/Healing_of_a_bleeding_women_Marcellinus-Peter-Catacomb.jpg



Emília Santos

(01/01/1896 – 26/09/1964)

Emília Santos

Imagem do arquivo de Ismael Gobbo

Dona Emília Santos, na extrema direita,  com dirigentes e colaboradoras da

Associação das Senhoras Cristãs, fundada por dona  Benedita Fernandes (1883-1947).

Foto por volta do ano 1950. Acervo da Associação das Senhoras Cristãs Benedita Fernandes.

Quadro de dona Emília Santos. Óleo sobre tela José Rosa de Almeida (“Maklé). Foto: Ismael Gobbo.

Dona Emilia Santos ministrando aula de evangelização no Catecismo “Neio Lúcio” em 1962. Ao

lado de dona Emilia o Sr. Abilio Fernandes da Silva.  Foto do acervo da Instituição Nosso Lar.


Dona Emilia Santos na Instituição Nosso Lar acompanhando a distribuição de sopa que era servida

 logo após o término das palestras das 10 hs.  Foto do acervo da Instituição Nosso Lar.

Instituição Nosso Lar. Abílio Fernandes da Silva, Paulinho Perri, Rolando Perri

Cefaly, D. Emilia Santos; d. Bebé e a filha Antonieta. Arquivo da Instituição Nosso Lar..

Mocidade Espírita “Irma Ragazzi Martins” na Instituição Nosso Lar. Ano de 1966.

Foto do acervo da Instituição Nosso Lar

Inauguração da Casa da Sopa Emília Santos no ano de 1966.

Foto do acervo da Instituição Nosso Lar.



***************