BLOG DE NOTÍCIAS DO MOVIMENTO ESPÍRITA.....ARAÇATUBA- SP

Atenção

"AS AFIRMAÇÕES, INFORMAÇÕES E PARECERES PUBLICADOS NESTE BLOG SÃO DE RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DE QUEM OS ELABOROU, ASSINA E OS REMETEU PARA PUBLICAÇÃO. FICA A CRITÉRIO DO RESPONSAVEL PELO BLOG A PUBLICAÇÃO OU NÃO DAS MATÉRIAS, COMENTÁRIOS OU INFORMAÇÕES ENCAMINHADOS."

quinta-feira, 30 de janeiro de 2020

Imigrantes na atuação espírita

Antonio Cesar Perri de Carvalho

A matéria do jornal "O Estado de São Paulo"1 que focalizou o casal Yvette e Gyorgy Galfi, sobre a fuga do nazismo e o recomeço no Brasil, e o fato de que foram trabalhadores do Grupo Espírita Casa do Caminho e hoje atuam em um núcleo menor, a Casa da Prece, na mesma região da capital paulista, trouxe-nos à lembrança da fisionomia de Gyorgy, em reuniões. A publicação suscitou-nos a evocação sobre a participação de imigrantes nas atividades espíritas do país.
Apenas destacando vultos com cidades e instituições que colaboramos, veio à nossa mente uma quantidade enorme de imigrantes ou descendentes que assumiram posições de destaque no movimento espírita. E, sem nos referimos à ascendência lusa, vinculada à colonização do país.
Na nossa cidade natal, Araçatuba, predominaram descendentes de italianos, claramente compreensível pelo grande contingente de imigração que ocorreu no final do século XIX no Estado de São Paulo. Convivemos com descendentes de pioneiros, de origem italiana, como Bergamaschi, Dall´Oca, Pagan, Protetti; de origem espanhola, Sallas. Mas ali se destacou Benedita Fernandes que por ser descendente de escravos libertos, embora de maneira forçada é proveniente de povos africanos.
Junto à Casa Editora O Clarim, o personagem marcante Cairbar Schutel era descendente de suíços.
Na capital paulista em nosso período de gestão junto à União das Sociedades Espíritas do Estado de São Paulo, também predominavam descendentes de italianos. Aliás, entre os ex-presidentes, os sobrenomes, além do nosso, denotavam a origem de outras plagas, como: Armond, Masotti, Schilliró, Campanini, Nezu...
Na Federação Espírita Brasileira onde atuamos durante alguns anos, lembramos de sobrenomes de ex-presidentes, além do nosso, e que apontam a origem próxima de outros países, como: Guillon, Thiesen e Masotti. Mas ali foi atuante um tesoureiro: Frederico Figner, de família judaica. Igualmente de mesma origem, um grande colaborador da Editora da FEB, o Salomão Mizrahy.
Entre os expositores espíritas, chegamos a conhecer nos anos 1960, o grande tribuno Jacob Hollzman Neto; desse período de mocidade espírita, também de Ismael Gobbo e Felipe Salomão; nutrimos amizade e muito intercâmbio com Alexandre Sech, José Jorge, Newton Boechat, Marlene Rossi Severino Nobre e Enrique Baldovino, e, em nossos dias convivemos com a expositora Suely Schubert.
Essas são algumas ilustrações, uma pequena amostragem que demonstra como os imigrantes e seus descendentes se envolveram com o movimento espírita.
O Brasil é um país de dimensão continental e na sua formação tem características multiculturais e procura recepcionar, cada vez mais, imigrantes de vários continentes.
A proposta de se evitar endogenias e preconceitos de origens, abrindo-se oportunidades a todos, está na base para o cultivo de um espírito de fraternidade. Sabe-se que esta é a missão do Brasil no concerto das nações. E, naturalmente, deve estar presente na seara espírita. Sem dúvida, no ambiente interno do país, com cuidados para se evitar resistências às pessoas em função de suas origens de Estados e de regiões.
A propósito, destacamos duas frases de Emmanuel como sugestões para reflexões:
Suponho que o Cristianismo não atingirá seus fins, se esperarmos tão só dos israelitas anquilosados no orgulho da Lei. Jesus afirmou que seus discípulos viriam do Oriente e do Ocidente.”2
“ `Espírita´ deve ser o nome de teu nome, ainda mesmo respires em aflitivos combates contigo mesmo.”3
Referências:
1)      Tranches, Renata Tranches. Auschwitz, 75 anos. Fuga dos nazistas e recomeço no Brasil. O Estado de São Paulo. Caderno A-1. São Paulo, 26/01/2020.
2)      Xavier, Francisco Cândido. Pelo Espírito Emmanuel. Paulo e Estêvão. 2a Parte, Cap. 1. Brasília: FEB.
3)      Xavier, Francisco Cândido. Pelo Espírito Emmanuel. Religião dos espíritos. ed. esp. Cap. 80. Brasília: FEB.
(Foi dirigente espírita em Araçatuba, presidente da USE-SP e da FEB)

Sr. Gyorgy Galfi no Grupo Espírita Casa do Caminho
Foto do acervo da família Galfi.
Sra Yvette Galfi (E) com Francisco Cândido Xavier
Foto do acervo da família Galfi
Saudação de Chico Xavier ao Casal Yvette  e Gyorgy Galfi
 Foto do acervo da família Galfi
http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/JANEIRO/22-01-2019_arquivos/image070.jpg
Placa na casa onde nasceu Batuíra em  Vila Meã, freguesia de São Tomé do Castelo, Conselho de Vila Real, Portugal.
Foto recebida em email de Rosário Abranches Jordão
João Marchesi, italiano de Nemoli, foi um destacado vulto Espírita na cidade de Penápolis, SP.

http://www.universoespirita.org.br/catalogo/literatura/textos/ISMAEL%20GOBI/obras_de_vultos/joao_marchesi.htm

Antonio Pagan. Grande vulto do movimento espírita de Araçatuba, SP.
Nascido em Villaga, província de Vicenza, Itália.
Baldovino e esposa com Divaldo Pereira Franco.
Enrique Eliseo Baldovino; nasceu na cidade de Avellaneda, província de Buenos Aires, Argentina.
Grande vulto do Espiritismo brasileiro residente em Foz do Iguaçu. Desencarnou jovem aos 13-02-2019.

Dr. EURÍPEDES DE CASTRO (1920-1974). Centenário de nascimento. Uma vida voltada ao bem comum e ao movimento de unificação espírita

Marília de Castro

No retiro de Capedro, Distrito da Conceição, hoje Cidade de Perdizes, nasceu a 31 de janeiro de 1920, Eurípedes de Castro.
Filho de lavradores, foi nesse lugarejo de Minas Gerais que fez seus primeiros estudos, com grandes sacrifícios. Desde pequeno sentiu-se atraído pelo Direito esforçando-se para atingir seus objetivos. Ao terminar o curso primário, recebeu a nota máxima com distinção. Sua professora conversou com os pais sobre o brilhante aluno, e esclareceu que a inteligência do menino estava muito acima das crianças do local e que ele deveria seguir seus estudos em cidade que apresentasse mais recursos educacionais. Os pais ficaram muito apreensivos, pois não tinham como pagar os seus estudos. O menino realizou um teste no melhor colégio de Uberaba e conseguiu uma bolsa de estudo integral.  Sempre tirando as melhores notas,uma oratória fluente e uma notável cultura. Conhecia tanto autores nacionais como internacionais.
Em Perdizes muitos o admiravam. Conheciam a capacidade daquele, agora,jovem, que não tinha a menor condição econômica de prosseguir os estudos numa universidade.Foi, então, que pessoas da cidade se solidarizaram e fizeram uma lista de contribuições financeiras  para que ele pudesse se mudar para São Paulo e se estabelecer até conseguir um emprego.
Enfim, Eurípedes chega em  São Paulo, determinado em ingressar na Faculdade de Direito do Largo de São Francisco.  Sua estada aqui veio acompanhada de muito trabalho, pois a dificuldade econômica persistia. Um fato o marcou nessa fase. Quando seu querido pai desencarnou em Perdizes, o jovem Eurípedes não pode estar na despedida, pois nem ele nem sua família dispunham de recursos para que  realizasse a viagem de volta a Minas Gerais.
A leitura de O Livro dos Espíritos realizou no tempo do antigo ginásio. Identificou-se com os novos horizontes. Depois, aprofundamento constante. A Doutrina Espírita transforma-se em sua bússola. O estímulo para a realização de seus ideais.   A certeza que tudo é transitório e que a realidade espiritual transcende à vida material.
Em São Paulo, frequentou casas espíritas onde aprimorou seus conhecimentos doutrinários. Foi um atento defensor das obras de Allan Kardec. Frequentou a mocidade espírita com outros ilustres jovens, Nancy Phulmann, Carlos Vallada, Campos Vergal, Freitas Nobre, Ary Lex e tantos outros.
Ingressou na Faculdade de Direito no Largo de São Francisco (USP), tendo atuação dinâmica no Centro Acadêmico XI de agosto.
Formou-se em Direito, exercendo com brilhantismo a advocacia. Atuou, também, como dedicado Procurador Federal.
Casou-se com Edmira Nery Silva de Castro, com quem teve onze filhos. 9 meninas e dois meninos.
Como pai, incentivou seus filhos para a participação na Evangelização, Mocidade Espírita , Centro Espírita e no Movimento de Unificação.  Seus filhos formaram o Coral SiFaSi e se apresentaram em casas espiritas e teatros de todo Brasil. Inclusive, nos tradicionais, chás beneficentes para as obras de Chico Xavier. A mensagem espírita divulgada através da linguagem universal da música.Posteriormente, seus filhos seguiram para o Teatro Musical profissional, recebendo prêmios em diversas categorias.
Na política exerceu o mandato de Deputado Estadual no Estado de São Paulo com ética  e à altura dos elevados princípios doutrinários, tornando-se um líder para todos aqueles que acreditavam no grande destino de nosso país.
Desencarnou em 13 de julho de 1974, deixando a saudade e o exemplo de um grande homem que lutava e acreditava em dias melhores e mais felizes, com o surgimento de uma nova civilização, começando pela criança bem orientada, base da nova era de transformação do mundo que se aproxima.
Alguns fatos dignos de nota:
Realização da primeira sessão espírita no Centro Acadêmico XI de agosto
Defesa de José Arigó na ONU
Viagem com Chico Xavier e Valdo Vieira para os Estados Unidos
Participação em muitos programas radiofônicos de difusão do Espiritismo
Diretor da USE- União das Sociedades Espíritas do Estado de São Paulo, da Federação Espírita do Estado de São Paulo, do Clube dos Jornalistas Espíritas, da Liga Espirita do Estado de São Paulo. Um dos fundadores da Instituição Beneficente Nosso Lar.
Sempre um grande incentivador dos Jovens na Doutrina Espírita e do Movimento de Mocidades Espíritas.  Uma de suas teses: O moço espirita e o mundo de hoje,integra os Anais do Congresso Brasileiro de Unificação Espírita, realizado em São Paulo em 1948.
Palestrante espírita em todo Brasil e trabalhador incansável do Movimento Espírita de Unificação
Buscou diálogo com a espiritualidade sobre a participação dos Espíritas na política (Mensagem de Emmanuel sobre a participação dos Espíritas na política)
Defensor de muitos médiuns de cura, quando havia grande perseguição aos médiuns no Brasil.
Após seu desencarne, o Poder Público em sua homenagem denominou uma Escola Estadual de Escola Estadual Eurípedes de Castro no município de São Paulo  e uma rua no Município de São Bernardo do Campo.


(Fotos fornecidas por  Marília de Castro salvo as de origens identificadas)
Dr. Eurípedes de Castro jovem.
Dr. Eurípedes de Castro em conferência na cidade de Araçatuba, SP, aos 15 de agosto de 1949.
Acervo de Ismael Gobbo
Dr. Eurípedes de Castro. Capa de Revista em 1958.
Eurípedes de Castro ao lado de Chico Xavier que psicografa.
Eurípedes de Castro (E) ladeado por Divaldo Pereira Franco. (editada).
Eurípedes de Castro em Congresso Espírita. (Editada)
Eurípedes de Castro em Encontro Espírita.
Filhos de Eurípedes de Castro participando em programa da Hebe.
Eurípedes de Castro no programa da Hebe.
Palestra com Dr. Eurípedes de Castro.
http://1.bp.blogspot.com/_HGKqCnqQt3Q/S4BxxMoyv7I/AAAAAAAADEE/6haPp8c-o0E/s1600/image101.jpg
Marília de Castro (E)  e a irmã Eneida com os pais.
http://www.noticiasespiritas.com.br/2018/SETEMBRO/03-09-2018_arquivos/image016.jpg
Freitas Nobre participando do I Simpósio Jurídico Espírita, na OAB-SP, presidido por
Dra. Marilia de Castro

BOLETIM DIÁRIO DE NOTÍCIAS DO MOVIMENTO ESPÍRITA. 31-01-2020.

CLICAR AQUI:
http://www.noticiasespiritas.com.br/2020/JANEIRO/31-01-2020.htm

http://www.noticiasespiritas.com.br/2020/JANEIRO/07-01-2020_arquivos/image011.jpg
Poitiers em gravura de 1572.


Poitiers é uma cidade localizada no centro-oeste da França às margens do Rio Clain. O nome da cidade é derivado do romano Pictávio (em latimPictavium), o que acredita-se ser derivado da tribo celta que habitava a região, os pictões. Antes do período romano, era conhecida também como Lemono (em latimLemonum).
Poitiers é a capital do departamento de Vienne na região Nova Aquitânia e possui 85.800 habitantes (2004), com densidade demográfica de 2.037 habitantes/km².
http://www.noticiasespiritas.com.br/2018/DEZEMBRO/28-12-2018_arquivos/image011.jpg
Rue des Noyers. Paris, França.
http://www.noticiasespiritas.com.br/2018/SETEMBRO/22-09-2018_arquivos/image010.jpg
Rue dês Grès com o Convent dês JacobinsParis, França.
http://www.noticiasespiritas.com.br/2018/NOVEMBRO/22-11-2018_arquivos/image010.jpg
Torquato Tasso, 22 anos. Óleo sobre tela de Jacopo Bassano.
Imagem/fonte:

Torquato Tasso (Sorrento11 de março de 1544 — Roma25 de abril de 1595) foi um poeta italiano, contemporâneo de Ariosto, do século XVI, conhecido pelo poema La Gerusalemme Liberata (A Jerusalém libertada), de 1580, no qual descreve os combates imaginários entre cristãos e muçulmanos, no fim da Primeira Cruzada, durante o cerco de Jerusalém. Ele sofria de uma doença mental e morreu poucos dias antes de ser prevista sua coroação como o rei dos poetas pelo Papa. Até o início do século XIX, Tasso continua sendo um dos poetas mais lidos na Europa.[1]
Leia mais:
Jerusalém de Torquato Tasso.
http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/JANEIRO/29-01-2019_arquivos/image010.jpg
Uma serva doméstica de 14 anos, Therese Selles, experimenta atividade de poltergeist / espontânea PK na casa de seu empregador,
a família Todeschini em Cheragas, na Argélia, destaque na capa da revista francesa La Vie Mysterieuse em 1911

*****************************

FENÔMENOS DE EFEITOS FÍSICOS – RIO GRANDE DO SUL, BRASIL.
VEJA REPORTAGEM

Casa é demolida após exorcismo e fenômenos incomuns no RS


                *****************************

Um homem diagnosticado como sofrendo de melancolia com forte tendência suicida. Litografia, 1892, após um desenho de Alexander Johnston, 1837, para Sir Alexander Morison.
Fonte:
http://www.noticiasespiritas.com.br/2018/FEVEREIRO/01-02-2018_arquivos/image015.jpg
O otimista e o pessimista. Óleo em madeira por Vladimir Makovscy
Imagem/fonte:
Dr. Eurípedes de Castro jovem.
Dr. Eurípedes de Castro em conferência na cidade de Araçatuba, SP, aos 15 de agosto de 1949.
Acervo de Ismael Gobbo
Sr. Gyorgy Galfi no Grupo Espírita Casa do Caminho
Foto do acervo da família Galfi.
Sra Yvette Galfi (E) com Francisco Cândido Xavier
Foto do acervo da família Galfi
Saudação de Chico Xavier ao Casal Yvette  e Gyorgy Galfi
 Foto do acervo da família Galfi
Palestra por Dr. Sérgio Thiesen na Casa Espírita Companheiros da Luz. Birigui, SP 
Dr. Sérgio Thiesen,  Ismael Gobbo e José Aparecido dos Santos. Birigui, SP. 
http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/MAIO/24-05-2019_arquivos/image040.jpg
A cura da sogra de Pedro. Óleo sobre tela por John Bridges
Imagem/fonte: 
http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/MAIO/24-05-2019_arquivos/image041.jpg
Mar da Galiléia visto de estrada que faz a ligação Tiberiades-Cafarnaum. No alto: a Planície de Genesaré à esquerda e Monte das Bem-aventuranças e Cafarnaum prosseguindo à direita. Foto Ismael Gobbo.