BLOG DE NOTÍCIAS DO MOVIMENTO ESPÍRITA.....ARAÇATUBA- SP

Atenção

"AS AFIRMAÇÕES, INFORMAÇÕES E PARECERES PUBLICADOS NESTE BLOG SÃO DE RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DE QUEM OS ELABOROU, ASSINA E OS REMETEU PARA PUBLICAÇÃO. FICA A CRITÉRIO DO RESPONSAVEL PELO BLOG A PUBLICAÇÃO OU NÃO DAS MATÉRIAS, COMENTÁRIOS OU INFORMAÇÕES ENCAMINHADOS."

terça-feira, 20 de outubro de 2020

BOLETIM DIÁRIO DE NOTÍCIAS DO MOVIMENTO ESPÍRITA. 21-10-2020.

 CLICAR AQUI:

 http://www.noticiasespiritas.com.br/2020/OUTUBRO/21-10-2020.htm

O aparecimento do arcanjo a Martin de Gallardon, imaginado por um ilustrador em 1859.

"Então o anjo ordena que Martin vá encontrar o rei ..."  

Copiado de: https://fr.wikipedia.org/wiki/Thomas_Martin

 

 

Thomas Martin , conhecido como “Martin de Gallardon”, nasceu em Gallardon em 1783 e morreu na mesma aldeia em 1834 .

Leia mais:

https://fr.wikipedia.org/wiki/Thomas_Martin

Les Vingt-cinq Apparitions de l'archange Raphaël au laboureur Thomas-Ignace Martin de Gallardon en Beauce dans les premiers mois de 1816. Suivies de l'Entretien de Martin avec le Roi écrit sous sa dictée en 1828. 5me Edition

As Vinte e cinco Aparições do Arcanjo Rafael ao lavrador Thomas-Ignace Martin de Gallardon em Beauce nos primeiros meses de 1816. Seguido pela Entrevista de Martin com o Rei escrita sob seu ditado em 1828. 5ª Edição

Acesse aqui: https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/bpt6k5796276v.texteImage

Retrato de Luis XVIII em  vestes de coroação. Óleo sobre tela de Robert Lefevre. Imagem/fonte:

https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Lef%C3%A8vre_-_Louis_XVIII_of_France_in_Coronation_Robes.jpg

Alegoria do Retorno dos Bourbon em 24 de abril de 1814: Luís XVIII Levanta a França de Suas Ruínas, por Louis-Philippe Crépin em 1814. No Palácio de Versalhes.

Óleo sobre tela de Louis-Philippe Crépin

Imagem copiada de https://pt.wikipedia.org/wiki/Lu%C3%ADs_XVIII_de_Fran%C3%A7a

Últimos momentos de Sua Majestade Luís XVIII. : [impressão]

Fonte: https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/btv1b54000796h.item#

Gravura do século 17 do "horizonte" de Chartres

Imagem/fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/Chartres

Moinhos de Montmartre. Foto de Hippolyte Bayard. Por volta de 1842.

Imagem/fonte: https://fr.wikipedia.org/wiki/Montmartre

Philippe Pinel. https://fr.wikipedia.org/wiki/Philippe_Pinel

 

Philippe Pinel (20 de abril de 1745em Jonquières ( Tarn ) -25 de outubro de 1826em Paris ) é um estudioso francês  : médico reconhecido como alienista, pioneiro da psiquiatria e, aliás, zoólogo . Ele trabalha pela abolição dos grilhões dos doentes mentais por correntes e, de forma mais geral, pela humanização de seu tratamento. No entanto, o gesto com que ele teria tirado suas correntes insanas é uma ficção inventada por seu filho 1 . Trabalhou em particular no hospital Bicêtre . Devemos a ele a primeira classificação de doenças mentais. Ele exerceu grande influência na psiquiatria e no tratamento dos loucos na Europa e nos Estados Unidos.. Após a Revolução Francesa , o Dr. Pinel voltou o olhar para os loucos (ou "insanos"), afirmando que eles podiam ser compreendidos e curados. Ele defende o "  tratamento moral  " do paciente que prefigura nossas psicoterapias modernas.

Leia mais:

https://fr.wikipedia.org/wiki/Philippe_Pinel


Pinel, médico-chefe da Salpêtrière, libertando os loucos de suas correntes

Óleo sobre tela de Tony Robert-Fleury

Imagem/fonte: https://fr.m.wikipedia.org/wiki/Fichier:Philippe_Pinel_%C3%A0_la_Salp%C3%AAtri%C3%A8re_.jpg


A Visitação.  Óleo sobre tela de Rafael..

Fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/Visitation_(Raphael)

 

 

 

 

E, naqueles dias, levantando-se Maria, foi apressada às montanhas, a uma cidade de Judá,
E entrou em casa de Zacarias, e saudou a Isabel.
E aconteceu que, ao ouvir Isabel a saudação de Maria, a criancinha saltou no seu ventre; e Isabel foi cheia do Espírito Santo.
E exclamou com grande voz, e disse: Bendita és tu entre as mulheres, e bendito o fruto do teu ventre.
E de onde me provém isto a mim, que venha visitar-me a mãe do meu Senhor?
Pois eis que, ao chegar aos meus ouvidos a voz da tua saudação, a criancinha saltou de alegria no meu ventre.
Bem-aventurada a que creu, pois hão de cumprir-se as coisas que da parte do Senhor lhe foram ditas.

Lucas 1:39-45


Maria em uma cama, acompanhada por uma parteira. Alabastro policromado. Artista desconhecido. Inglaterra.

Copiado de: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/b/b3/Nativity_alabaster_MNMA_Cl23755.jpg

Ciclo da vida de Jesus. Natividade. Obra de Mestre de Vyšší Brod, Mistr Vyšebrodský

Copiado de https://en.wikipedia.org/wiki/Nativity_of_Jesus_in_art

Apresentação de Jesus ao Templo. Óleo sobre tela de Jacopo Tintoretto.

Imagem/fonte:

  https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Accedemia_-_Presentazione_di_Ges%C3%B9_al_tempio_del_Tintoretto.jpg

Madona e o menino. Óleo sobre tela de Bartolomé Esteban Murillo.

Imagem/fonte:

https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Bartolom%C3%A9_Esteban_Perez_Murillo_-_Madonna_and_Child_-_WGA16384.jpg

A Virgem e o Menino com Santa Ana e João Batista.  Desenho em carvão e giz sobre papel  por Leonardo da Vinci.

Imagem/fonte:

 https://en.wikipedia.org/wiki/Leonardo_da_Vinci#/media/File:Leonardo_da_Vinci_-_Virgin_and_Child_with_Ss_Anne_and_John_the_Baptist.jpg

Jesus abençoa João Batista no deserto.

Imagem/fonte: https://it.wikipedia.org/wiki/Dipinti_del_Moretto#/media/File:Moretto,_cristo_che_benedice_il_battista.JPG

Deserto da Judéia na região de Massada. Israel. Foto Ismael Gobbo


LEIA O ARTIGO ABAIXO:

“Concepção de Maria segundo o Espiritismo”

Fonte: http://www.oconsolador.com.br/ano7/320/andre_luiz.html

Adoração dos pastores. Pintura a óleo de Caravaggio

Imagem/fonte: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/4/40/Caravaggio_-_Adorazione_dei_pastori.jpg

O vôo do Pelicano. Vinã Del Mar, Chile. Foto Ismael Gobbo
O Pica-pau na mangueira. Araçatuba, SP. Foto Gilson Palomo.
O Pica-pau saboreando a manga. Araçatuba, SP. Foto Gilson Palomo.
Estendamos nossas mãos.



segunda-feira, 19 de outubro de 2020

BOLETIM DIÁRIO DE NOTÍCIAS DO MOVIMENTO ESPÍRITA. 20-10-2020.

CLICAR AQUI:

http://www.noticiasespiritas.com.br/2020/OUTUBRO/20-10-2020.htm

O aparecimento do arcanjo a Martin de Gallardon, imaginado por um ilustrador em 1859.

"Então o anjo ordena que Martin vá encontrar o rei ..."  

Copiado de: https://fr.wikipedia.org/wiki/Thomas_Martin

 

 

Thomas Martin , conhecido como “Martin de Gallardon”, nasceu em Gallardon em 1783 e morreu na mesma aldeia em 1834 .

Leia mais:

https://fr.wikipedia.org/wiki/Thomas_Martin

Luis XVIII da França  em vestes de coroação. Óleo sobre tela de François Gerard.

Imagem/fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/Louis_XVIII

 

Luís XVIII

Luís XVIII (Louis Stanislas Xavier; 17 de novembro de 1755 - 16 de setembro de 1824), conhecido como o Desejado ( francês : le Désiré ), [2] [3] foi Rei da França de 1814 a 1824, exceto pelos Cem Dias em 1815. Ele passou vinte e três anos no exílio: durante a Revolução Francesa e o Primeiro Império Francês (1791-1814); e durante os Cem Dias.

Leia mais:

https://en.wikipedia.org/wiki/Louis_XVIII

Retrato de Luís XVIII da França recebendo Luís Antoine, Duque de Angoulême, em 2 de dezembro de 1823, em uma varanda do Palácio das Tulherias, após sua bem-sucedida campanha militar na Espanha.

Óleo sobre tela de Louis Ducis.

Copiado de: https://en.wikipedia.org/wiki/Louis_XVIII


Busto de Luis XVIII na Basílica de Saint Denis. Obra de Achille Valois. Foto Ismael Gobbo. 

Túmulo de Luis XVIII na Cripta da Catedral Basílica de Saint Denis.

Luis  XVIII foi o último rei sepultado em Saint Denis.   Foto Ismael Gobbo

 

Catedral Basílica de Saint Denis (em francêsCathédrale royale de Saint-Denis, ou apenas Basilique Saint-Denis, antigamente chamada de Abbaye de Saint-Denis) é uma ampla igreja abacial na comuna de Saint-Denis, atualmente um subúrbio ao norte de Paris. A igreja abacial foi nomeada catedral em 1966 e é a residência do Bispo de Saint-Denis, Pascal Michel Ghislain Delannoy. O edifício é de grande importância histórica e arquitetônica. Embora seja universalmente conhecido como o "Basílica de Saint-Denis" na verdade, tem oficialmente o título "Catedral-Basílica"[1][2]. Desde 1966, a abadia tornou-se catedral e sede da diocese de Saint-Denis.[3][4]

Fundada no século VII por Dagoberto I onde São Dinis, um santo padroeiro da França, foi sepultado, a igreja se tornou um local de peregrinação e o mausoléu dos reis franceses, quase todos os reis do século X ao XVIII foram sepultados lá, assim como muitos dos séculos anteriores. (A igreja não foi utilizada para a coroação de reis, este papel sendo designado à Catedral de Reims; no entanto, rainhas eram comumente coroadas lá.) "Saint-Denis" logo se tornou a abadia de um crescente complexo monástico. No século XII o Abade Suger reconstruiu partes da abadia usando inovadas características estruturais e decorativas, que foram extraídas de uma série de outras fontes. Ao fazer isso, ele afirmou ter criado o primeiro edifício verdadeiramente gótico.[5] A nave do século XIII da basílica também é o protótipo do estilo gótico radiante, e forneceu um modelo de arquitetura para catedrais e mosteiros do norte da França, Inglaterra e outros países.

Leia mais:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Bas%C3%ADlica_de_Saint-Denis


Túmulo de Luis XVIII na Catedral Basílica de Saint Denis. Luis  XVIII foi o último rei sepultado em Saint Denis.

 Foto Ismael Gobbo


Basílica de Saint-Denis, necrópole real francesa, cripta. Foto Ismael Gobbo.

 Catedral de St. Denis,  subúrbio de Paris, França. Fotos Ismael Gobbo

**********

LEIA  SOBRE IGNACE THOMAS MARTIN, CONHECIDO COMO MARTIN DE GALLARDON (1783-1834)

As Tuileries, rebatizado de "Jardin National" durante a Revolução Francesa - o Festival do Ser Supremo (1794)

Autor desconhecido.

Copiado de: https://en.wikipedia.org/wiki/Tuileries_Garden


Arco do Triunfo do Carrossel,  localizado diante do  Museu do Louvre, em Paris. Jardim das Tulherias.

É um monumento datado de 1809 construído por Napoleão Bonaparte.

Foto Ismael Gobbo


Jardim das Tulherias tendo ao fundo a Igreja dos Inválidos  e  Basilica Santa Clotilde. Paris, França. Foto Ismael Gobbo.

Jardim das Tulherias. Paris, França. Foto Ismael Gobbo

 

Os jardins das Tulherias (francêsJardin des Tuileries) compõem um parque parisiense situado na margem direita do rio Sena, entre a praça da Concórdia e o Arco do Triunfo do Carrossel.

Criado no século XVI, em estilo italiano e por ordem de Catarina de Médicis para decorar o entorno do palácio das Tulheriasonde passava seus tempos livres, em 1664, o arquiteto André Le Nôtre, autor do projeto do parque que rodeia o palácio de Versalhes, transformou-o num jardim no estilo francês, formal e simétrico, cheio de estátuas ornamentais. (Wikipedia)

Herodes, o Grande em pintura de  James Tissot.

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Herod_tissot.jpg

 

O rei  judeu Herodes governava a Palestina e Galiléia à época do nascimento de Jesus. Toda região vivia sob  jugo romano sendo imperador  César Augusto.

Quadro representando a “Natividade” na Basílica e convento de Santa Maria delle Grazie.

 Milão, Itália. Foto Ismael Gobbo

Adoração dos magos. Óleo no painel de Rembrandt

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Magi-rembrandt.jpg



Massacre dos inocentes. Pintura na madeira de Matteo di Giovanni

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Matteo_di_Giovanni_002.jpg

Adoração do menino. Óleo sobre tela de Gerard van Honthorst.

Imagem/fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/Adoration_of_the_Christ_Child_(Honthorst)

Maria e o menino Jesus. Gruta do Leite. Belém, Palestina. Foto Ismael Gobbo

Palácio de Herodes em Jerusalém.

Trata-se de uma maquete com as três torres: Phasael, Hippicus, Mariamne da esquerda para a direita

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Jerusalem_Modell_BW_10.JPG


Cristo falando aos doutores do Templo . Quadro de Giovanni Serodine.

Museu do Louvre, Paris, França.  Foto Ismael Gobbo

Pintura mediúnica por Marilusa Moreira Vasconcelos trazendo assinatura de Leonardo da Vinci. Araçatuba, SP.

Fotos Ismael Gobbo.

Mar da Galiléia. Israel. Foto Ismael Gobbo.

 

O maior lago de água doce de Israel , o Lago Tiberíades, também é conhecido como o Mar de Tiberíades, o Lago de Genesaré, o Lago Kinneret e o Mar da Galiléia. O lago mede pouco mais de 21 quilômetros de norte a sul e tem apenas 43 metros de profundidade. O lago é alimentado em parte por nascentes subterrâneas relacionadas aosetor da Jordânia do Grande Vale do Rift, mas a maior parte de sua água vem do rio Jordão, que entra do norte. O curso sinuoso do rio pode ser visto drenando a extremidade sul do lago no fundo da imagem. Os padrões de campo angulares verdes e marrons cobrem a maioria das encostas nesta paisagem árida. Telhados brilhantes são a marca registrada de várias aldeias da região. O maior agrupamento de telhados brilhantes e quarteirões da cidade indica a localização de Tiberíades (em homenagem ao imperador romano Tibério), visível à imagem deixada na margem sudoeste do lago.

https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Lake_Tiberias_(Sea_of_Galilee),_Northern_Israel.jpg

 

 

Jesus centralizou seu apostolado às margens do Mar da Galiléia, sobretudo na cidade de Cafarnaum. Dali partiu para outras regiões em pregações, inclusive em Jerusalém, onde foi crucificado. O Mar da Galiléia é um lago de água doce que recebe as águas do Rio Jordão.

Cristo e a mulher cananita. Óleo sobre tela de Annibale Carracci

Imagem/fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/Christ_and_the_Canaanite_Woman

 

E, partindo Jesus dali, foi para as partes de Tiro e de Sidom.
E eis que uma mulher cananéia, que saíra daquelas cercanias, clamou, dizendo: Senhor, Filho de Davi, tem misericórdia de mim, que minha filha está miseravelmente endemoninhada.
Mas ele não lhe respondeu palavra. E os seus discípulos, chegando ao pé dele, rogaram-lhe, dizendo: Despede-a, que vem gritando atrás de nós.
E ele, respondendo, disse: Eu não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel.
Então chegou ela, e adorou-o, dizendo: Senhor, socorre-me!
Ele, porém, respondendo, disse: Não é bom pegar no pão dos filhos e deitá-lo aos cachorrinhos.
E ela disse: Sim, Senhor, mas também os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus senhores.
Então respondeu Jesus, e disse-lhe: Ó mulher, grande é a tua fé! Seja isso feito para contigo como tu desejas. E desde aquela hora a sua filha ficou sã.
Mateus 15:21-28

https://www.bibliaonline.com.br/acf/mt/15/21-28

A Última Ceia. Têmpera em gesso, piche e mástique. Leonardo da Vinci. Refeitório de Santa Maria delle Grazie. Milão.

Imagem/fonte:

https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Leonardo_da_Vinci_(1452-1519)_-_The_Last_Supper_(1495-1498).jpg

Jesus Cristo no Monte das Oliveiras. Óleo sobre tela de Rodolfo Amoedo.

Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro, Brasil. Foto Ismael Gobbo


O Beijo de Judas. Óleo sobre tela por Nicolai Wilhelm Marstrand.

Imagem/fonte:

https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Wilhelm_Marstrand,_Judaskysset,_udateret,_0122NMK,_Nivaagaards_Malerisamling.jpg


Jesus prestes a ser golpeado diante do sumo sacerdote Anás.Óleo sobre tela por José de Madrazo.

Imagem/fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/Sanhedrin_trial_of_Jesus#/media/File:Jes%C3%BAs_en_casa_de_An%C3%A1s_Museo_del_Prado_Jos%C3%A9_de_Madrazo.jpg

Jesus diante de Caifás. Óleo sobre tela por Matthias Stom.

https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Mattias_Stom,_Christ_before_Caiaphas.jpg

Cristo com a coroa de espinhos. Óleo sobre tela de Dirk van Baburen

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Dirk_van_Baburen_-_Kroning_met_de_doornenkroon.jpg

“Ecce homo”. Pilatos apresenta Jesus à multidão. Óleo sobre tela por  Antonio Ciseri.

Imagem/fonte:  https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Eccehomo1.jpg

 

Na Bíblia, a única referência à esposa de Pilatos se encontra em Mateus 27:19, em que ela manda uma mensagem a seu marido pedindo a ele que não condene Jesus Cristo à morte, dizendo:

«Não te envolvas no caso desse justo, porque muito sofri, hoje, em sonhos, por causa dele.» (Mateus 27:19) (Wikipedia)

Cristo na cruz (esboço). Óleo no painel  por Eugène Delacroix.

Imagem/fonte: 

https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Eug%C3%A8ne_Delacroix_Christ_on_the_Cross_(sketch)_1845.j

Muro das Lamentações. Jerusalém, Israel. Fotos Ismael Gobbo

 

 

Muro das Lamentações ou Muro Ocidental (Qotel HaMa'aravi הכותל המערבי em hebraico) é o segundo local mais sagrado do judaísmo, atrás somente do Santo dos Santos, no monte do Templo.

Trata-se do único vestígio do antigo Templo de Herodes, erguido por Herodes, o Grande no lugar do Templo de Jerusalém inicial. É a parte que restou de um muro de arrimo que servia de sustentação para uma das paredes do edifício principal e que em sí mesmo, não integrava o Templo que foi destruído pelo general Tito, que depois se tornaria imperador romano, no ano de 70.[1]

Muitos fieis judeus visitam o Muro das Lamentações para orar e depositar seus desejos por escrito. Antes da Guerra dos Seis Dias, em 1967, o local era chamado de Mughrabi Quarter ou o Quarteirão Marroquinho que, a ordem do prefeito de Jerusalém, 135 famílias árabes foram removidas para a abertura da esplanada do Muro das Lamentações. [2]

Leia mais: https://pt.wikipedia.org/wiki/Muro_das_Lamenta%C3%A7%C3%B5es