BLOG DE NOTÍCIAS DO MOVIMENTO ESPÍRITA.....ARAÇATUBA- SP

Atenção

"AS AFIRMAÇÕES, INFORMAÇÕES E PARECERES PUBLICADOS NESTE BLOG SÃO DE RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DE QUEM OS ELABOROU, ASSINA E OS REMETEU PARA PUBLICAÇÃO. FICA A CRITÉRIO DO RESPONSAVEL PELO BLOG A PUBLICAÇÃO OU NÃO DAS MATÉRIAS, COMENTÁRIOS OU INFORMAÇÕES ENCAMINHADOS."

terça-feira, 14 de julho de 2020

BOLETIM DIÁRIO DE NOTÍCIAS DO MOVIMENTO ESPIRITA. 15-07-2020.

CLICAR AQUI:
http://www.noticiasespiritas.com.br/2020/JULHO/15-07-2020.htm

A taça de Joseph encontrada no saco de Benjamin, ilustração de Philip De Vere
Imagem copiada de:
O mordomo de José encontra a taça no saco de Benjamin (1627 pintura de Claes Corneliszoon Moeyaert 
O copo encontrado. Aquarela de James Tissot.
Imagem copiada de:
Joseph interpreta o sonho do faraó (pintura do século XIX por Jean-Adrien Guignet)



José (filho de Jacó)

José (em hebraico יוֹסֵף, significando "Yahweh acrescenta"; Yôsēp em hebraico tiberiano; mais tarde designado como צפנת פענח, Tzáfnat panéach, em hebraico padrão ou Ṣāp̄ənaṯ paʿănēªḥ em hebraico tiberiano, do egípcio que significaria "Descobridor das coisas ocultas") foi o décimo primeiro filho de Jacó, nascido de Raquel, citado no Antigo Testamento, em Gênesis 37:, considerado o fundador da tribo de José, constituída, por sua vez, da tribo de Efraim e da tribo de Manassés (seus filhos). Quando foi coroado como um homem de confiança ao Faraó, foi-lhe concedida a mão de Azenate, filha de Potífera, sacerdote de Om.[2]
Leia mais:

Joseph interpreta o sonho do faraó (afresco por volta de 1816 a 1817 por Peter Von Cornelius
File: Giorgio de Chirico, 1914-15, O Vidente, óleo sobre tela, 89,6 x 70,1 cm, Museu de Arte Moderna, Nova York.jpg
O Vidente , óleo sobre tela, 89,6 x 70,1 cm, Museu de Arte Moderna,, Nova York. Giorgio de Chirico
Copiado de:
http://www.noticiasespiritas.com.br/2020/JUNHO/30-06-2020_arquivos/image016.jpg
A vidente de Prevorst, uma pintura a óleo de 1892. Óleo sobre tela de Gabriel Von Max

Hauffe nasceu em Prevorst , uma pequena vila "Em Wirtemberg , perto da cidade de Löwenstein , naquelas montanhas cujo ponto mais alto, o Stocksberg, se eleva a 690 metros acima do nível do mar, cercado por colinas e vales por todos os lados, e em uma reclusão romântica ... `com] mais de 400 habitantes, o maior número deles mantendo-se cortando lenha, queimando carvão e coletando as produções da floresta". Seu pai era guarda florestal ou guarda florestal do distrito. Ela cresceu fisicamente saudável, ao contrário de suas irmãs que foram atingidas na infância por " gota ", segundo o médico Justinus Kerner em seu livro sobre ela.
Em uma idade muito precoce, foi alegado que ela tinha "sonhos premonitórios" e podia apontar "metais e água com a varinha de avelã". Mais tarde, ela não sabia com que idade os cuidados da avó e do avô Johann Schmidgall em Löwenstein . Ele reconheceu o que foi descrito como "sensibilidade às influências espirituais". Mais tarde, seus pais a levaram de volta à aldeia isolada de Prevorst, até que a família se mudou para Oberstenfeld . Ela morou lá dos 17 aos 19 anos. Aos 19 anos, seus pais combinaram que ela ficasse noiva de uma Gottlieb Hauffe, que pertencia à família de seu tio. Em 1821, no mesmo dia de seu casamento, ocorreu o funeral do ministro de Oberstenfeld, um homem de mais de 60 anos de idade que teve grande influência espiritual nela. [3]
Depois do casamento, ela morou em Kürnbach . Ela morreu em Löwenstein.
Leia mais:

http://www.noticiasespiritas.com.br/2020/JUNHO/30-06-2020_arquivos/image009.jpg
Hotel e Pensão de Beau Séjour, Zimmerwald, datado de 1865
http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/MARCO/28-03-2019_arquivos/image012.jpg
 Pedra de Roseta, encontrada em escavações em Roseta, Egito.
 Um  texto em três grafias diferentes. Museu Britânico, Londres. Foto Ismael Gobbo

·         Os textos permitiram por comparações a descoberta do significado dos  Hieróglifos. Com isso, a história
do Egito, até então pouco conhecida, foi totalmente desvendada.



Pedra de Roseta é um fragmento de uma estela de granodiorito erigida no Egito Ptolemaico, cujo texto foi crucial para a compreensão moderna dos hieróglifos egípcios e deu início a um novo ramo do conhecimento, a egiptologia. Frequentemente descrita como "a pedra mais famosa do mundo", sua inscrição guarda um decreto de um conselho de sacerdotes estabelecendo o culto ao faraó Ptolemeu V, no primeiro aniversário de sua coroação. Promulgada na cidade de Mênfis, em 196 AEC, essa deliberação é registrada em três versões com conteúdo em geral equivalente mas em escritas diferentes: a superior foi registrada na forma hieroglífica do egípcio antigo; a do meio em demóticovariante escrita do egípcio tardio; e a inferior em grego antigo.
Leia mais:
http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/MARCO/28-03-2019_arquivos/image011.jpg
O célebre orientalista e « Pai dos Hieróglifos »  Jean François Champollion.


Jean-François Champollion (Figeac23 de dezembro de 1790 — Paris4 de março de 1832), também conhecido como Champollion le jeune,[nota 1] foi um egiptólogo, considerado o pai da egiptologia, que se tornou famoso pelos seus trabalhos sobre a cultura e a língua do Egito Antigo, e, em especial, por ter sido o principal responsável pela decifração dos hieróglifos egípcios.
Leia mais:

Túmulo de Jean François Champollion “O Jovem” em forma de obelisco egípcio
Cemitério Père Lachaise, Paris, França. Foto Ismael Gobbo
http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/MARCO/28-03-2019_arquivos/image010.jpg
A Esfinge e  pirâmide de Quéfren, em Gizé, região do Cairo, Egito. Foto Ismael Gobbo

Sarcófago egípcio. Museu do Louvre. Paris, França. Foto Ismael Gobbo

Sarcófago de Ramsés III. Museu do Louvre, Paris, França. Foto Ismael Gobbo

Sarcófagos egípcios. Museu do Louvre, Paris, França. Foto Ismael Gobbo

Le Baron du Potet

Jules Denis du Potet Sennevoy mais conhecido por Barão du Potet (Sennevoy-le-Haut12 de abril 1796 - Paris1 de julho 1881) filho de família nobre, foi um influente Magnetizador francês. Barão du Potet notabilizou-se como fundador dos jornais “Le Propagateur du Magnétisme animal” e “Journal du Magnétisme”, o último, sendo o maior vinculador do tema Magnetismo animal.
Leia mais:

Manuel de l'étudiant magnétiseur (4e édition corrigée et très ... Du Potet de Sennevo
Manual do aluno do Magnetizador
Le baron Du Potet
https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/bpt6k6374048x/f411.highres
O magnetismo primitivo.
https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/bpt6k6374048x/f417.highres
Cena magnética do tempo dos faraós.
O magnetismo em Constantinopla.
https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/bpt6k6374048x/f421.highres
O magnetismo na Inglaterra
O Evangelho Segundo o Espiritismo em sua 7ª. Edição.
A 1ª. edição foi lançada por Allan Kardec aos 15 de abril de 1864.

O Evangelho segundo o Espiritismo (em língua francesa L'Évangile Selon le Spiritisme) é um livro espírita francês. De autoria de Allan Kardec, foi publicado em Paris em 15 de abril de 1864. É uma das obras básicas do espiritismo, e dentre elas a que dá maior enfoque a questões religiosas, éticas e comportamentais do ser humano.
Nela são abordados os Evangelhos canônicos sob a óptica da Doutrina Espírita, tratando com atenção especial a aplicação dos princípios da moral cristã e de questões de ordem religiosa como a da prece e da caridade.
A obra contém "a explicação das máximas morais do Cristo em concordância com o Espiritismo e sua aplicação às diversas circunstâncias da vida". (365ª edição da tradução brasileira).
Leia mais:
http://www.noticiasespiritas.com.br/2017/ABRIL/11-04-2017_arquivos/image010.jpg
Allan Kardec, Codificador do Espiritismo.
Quadro intitulado: A Ascensão dos abençoados. Óleo no painel de
Imagem/fonte: Hieronymus Bosch
File: Claude-Joseph Vernet - as quatro horas do dia - noite - Google Art Project.jpg
As quatro horas do dia: noite. Óleo sobre cobre prateado de Joseph Vernet
Imagem/fonte:
File: Watts - Depois do Deluge.jpg
Após o dilúvio.  Óleo sobre tela de George Frederic Watts


****************

Maranhão entrevista Perri sobre união
Link:


****************


O filósofo da meditação. Óleo no painel de carvalho de Rembrandt
https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/1/14/Gustave_Geley.JPG
Gustave Geley

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/5/5d/Medium-Eva-Carriere-1912.jpg
Materialização da médium Eva Carriére (1912)

File:Ektoplasma.gif
Materialização de um rosto, pela médium Eva Carriére (1912)
O retorno do filho pródigo. Óleo sobre tela de Palma Il Giovane
Imagem/fonte:

segunda-feira, 13 de julho de 2020

BOLETIM DIÁRIO DE NOTÍCIAS DO MOVIMENTO ESPÍRITA. 14-07-2020.

CLICAR AQUI:
http://www.noticiasespiritas.com.br/2020/JULHO/14-07-2020.htm

Cerco a Kazan  por  Pyotr Korovin


Leia sobre o cerco de Kazan
File:Вид на кафедральный собор. Казань.1894.jpg
Catedral da Anunciação do Kremlin de Kazan. 1894.
A resposta de Daniel ao rei.
Daniel (em hebraicoדָּנִיּאֵל), ou Beltessazar,[1] é um dos vários profetas[nota 1] do Antigo Testamento. A sua vida e profecias estão incluídas na Bíblia no Livro de Daniel. O significado do nome é "Aquele que é julgado por Deus" ou "Deus assim julgou", ou ainda, "Deus é meu juiz".
Segundo a narrativa, Daniel foi um jovem príncipe judeu levado como prisioneiro de guerra pelas tropas do Império Babilônico, em meio a Rebelião para Independência de Judá. Ao fim do conflito, de acordo com a tradição rabínica, Daniel e outros príncipes judeus foram castrados por ordens do rei babilônico, com o objetivo de desencorajar lideranças e frustrar o sentimento de independência em meio ao povo dominado.[3][4] No entanto, através da Sabedoria oriunda de seu Deus, Jeová, ele interpretou os sonhos e visões de reis, tornando-se uma figura proeminente na corte de Babilônia. Daniel interpretou o sonho do rei Nabucodonosor no capítulo 2. 
Leia mais:


Leia em Daniel 2 a sua interpretação do sonho do rei Nabucodonosor
http://www.noticiasespiritas.com.br/2020/JULHO/13-07-2020_arquivos/image016.jpg
Nabucodonosor II em sua insanidade. Óleo sobre tela de William Blake.
Impressão colorida, tinta e aquarela sobre papel. Imagem/fonte:

Nabucodonosor IINebucadrezar (na ortografia babilônia Nabu - kudurri - usurNebo, proteja a coroa! ou Nebo, proteja as fronteiras!) foi o filho e sucessor de Nabopolassar, rei da Babilónia que libertou os caldeus do reino da Assíria e destruiu Nínive.[1]
Em uma inscrição, ele se chamava de o favorito de Nebo. Foi o mais poderoso rei da Babilônia.[1]
Ele se casou com uma filha de Ciaxares, a princesa Amitis da Média, unificando as dinastias da Babilônia e da Media. Com ela, Nabucodonosor teve três filhos : Evil-MerodaqueNitócris e Cassaia.[1]
Após Neco II, faraó do Egito, haver derrotado os Assírios em Carquemis, as províncias da Síria que estavam sob controle dos assírios passaram ao controle egípcio, enquanto que as demais províncias assírias foram divididas entre os medos e os babilônios; Nabopolassar, porém, pretendia conquistar a Síria, e lutou contra Neco, em Carquemis, derrotou os egípcios, e conquistou a Síria e a Israel.
Nabucodonosor também conquistou a Israel, tomou Jerusalém, e levou judeus cativos para a Babilônia, inclusive Daniel. Em 598 a.C., após a revolta de Joaquim de Judá, que tinha o apoio do faraó Neco, Nabucodonosor o derrota. Nabucodonosor derrota os judeus uma terceira vez, e leva cativo o rei Jeconias de Judá em 597 a.C. Na última revolta, de Zedequias, Nabucodonosor arrasa Jerusalém (586 a.C.), fura os olhos de Zedequias e o deixa prisioneiro por toda a vida.[1]
Nabucodonosor também lutou, no trigésimo ano de seu reinado, contra Amósis II, faraó do Egito.[1]
Leia mais:
São Bento de Nursia
São Bento de Nursia escrevendo a regra beneditina, retrato na igreja da Abadia de Heiligenkreuz perto de Baden bei Wien, Baixa Áustria. Retrato (1926) por Herman Nieg (1849-1928)


Bento de Núrsia, nascido Benedito da Nórcia (em italianoBenedetto di Norcia; em latimBenedictusNórciaReino Ostrogótico, c. 480 – Abadia de Monte Cassino, c. 547) foi um monge, fundador da Ordem de São Bento ou Ordem dos Beneditinos, uma das maiores ordens monásticas do mundo. Foi o criador da Regra de São Bento, um dos mais importantes e utilizados regulamentos de vida monástica, inspiração de muitas outras comunidades religiosas. Era irmão gêmeo de Santa Escolástica. O papa Paulo VI designou-o patrono da Europa em 1964,[1] sendo também patrono da Alemanha. É venerado não apenas por católicos, como também por ortodoxos e anglicanos. Fundou a Abadia de Monte Cassino, na Itália, destruída durante a Segunda Guerra Mundial e posteriormente restaurada. O calendário católico-romano comemora-o a 11 de julho[2], data em que se trasladaram suas relíquias para a Abadia de Saint-Benoît-sur-Loire.
Leia mais:
http://www.noticiasespiritas.com.br/2018/NOVEMBRO/30-11-2018_arquivos/image015.jpg
Jesus cura um homem mudo possesso. Aquarela por James Tissot
Imagem/fonte:
http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/MARCO/15-03-2019_arquivos/image011.jpg
O Livro dos Médius, lançado por Allan Kardec em janeiro de 1861.
O homem rico e pobre Lázaro. Pintura de Hendrick Jansz ter Brugghen.   Lucas 16:19-13
http://www.noticiasespiritas.com.br/2018/NOVEMBRO/24-11-2018_arquivos/image022.jpg
São Lucas. Óleo sobre tela por Frans Hals.
http://www.noticiasespiritas.com.br/2018/NOVEMBRO/24-11-2018_arquivos/image029.jpg
Parábola do cego guiando cegos. Pintura a óleo por  Pieter Bruegel, o Velho.
Imagem/fonte:
https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/5/56/William-Adolphe_Bouguereau_%281825-1905%29_-_The_Difficult_Lesson_%281884%29.jpg/678px-William-Adolphe_Bouguereau_%281825-1905%29_-_The_Difficult_Lesson_%281884%29.jpg
A lição difícil. Óleo sobre tela de William-Adolphe Bouguereau
Imagem/fonte:
O Bom Samaritano. Óleo sobre tela de Luigi Sciallero
Imagem/fonte:


*****************

Casa de Batuíra (RJ) com palestra sobre Batuíra
O Grupo de Apoio ao Menor-Casa de Batuíra, de São Gonçalo (RJ), promoveu palestra virtual sobre a vida do pioneiro Batuíra, na noite do dia 7 de julho, com Antonio Cesar Perri de Carvalho.
Link:

 
(Informações recebidas em email de Grupo de Estudos Espíritas Chico Xavier [contato@grupochicoxavier.com.br])

*****************


A Casa do Caminho focalizou a multiplicação dos pães
Célia Maria Rey de Carvalho 
Link:


(Informações recebidas em email de Grupo de Estudos Espíritas Chico Xavier [contato@grupochicoxavier.com.br])

*****************


A vida foi feita para amor e alegria. Aquarela e carvão de Elizabeth Shippen Green. 1904.
Biblioteca do Congresso dos EUA
O Beija-flor em uma mangueira. Foto Ismael Gobbo
A árvore da Uvaia em flores. Fotos Ismael Gobbo

https://www.noticiasespiritas.com.br/2015/NOVEMBRO/11-11-2015_arquivos/image009.jpg
Periquitos em seus ninhos. Araçatuba, SP.  Foto Ismael Gobbo
Um dos braços do rio Tietê em Córrego Azul. Araçatuba, SP. Foto Ismael Gobbo
http://www.noticiasespiritas.com.br/2018/SETEMBRO/21-09-2018_arquivos/image017.jpg
Oleandro ou Espirradeira. Cesaréia, Israel. Foto Ismael Gobbo
https://www.noticiasespiritas.com.br/2015/NOVEMBRO/11-11-2015_arquivos/image039.jpg
Pássaros no ninho. Araçatuba, SP. Foto Ismael Gobbo
manoelphilomenode miranda
Manoel Philomeno de Miranda
Imagem internet

manoelmirandafamilia (1)
Manoel Philomeno de Miranda com a família
860961_589
Nos Bastidores da Obsessão
Livro ditado pelo espírito Manoel Philomeno de Miranda através da
psicografia de Divaldo Pereira Franco